Bandidos explodem caixas eletrônicos de agência bancária em Caxias

30 ago

Na madrugada desta terça(30), segundo relatos de populares, 5 homens fortemente armados, explodiram a agência do Banco do Brasil do Bairro Cangalheiro e levaram malotes de dinheiro.

A polícia ainda não conseguiu prender nenhum dos envolvidos.

Mais informações em instantes.

 

índice

índice

Polícia Federal indicia Lula e Marisa por corrupção e lavagem no tríplex do Guarujá

26 ago

A Polícia Federal indiciou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no inquérito que investiga o tríplex do Condomínio Solaris, no Guarujá, litoral paulista. O petista é alvo de três investigações centrais na Operação Lava Jato, em Curitiba – sede do escândalo de cartel e corrupção na Petrobrás. Ele foi enquadrado por crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica. A ex-primeira-dama Marisa Letícia e o ex-presidente do Instituto Lula Paulo Okamoto também foram indiciados.

RELATÓRIO FINAL PARTE 1

RELATÓRIO FINAL PARTE 2

Lula foi indiciado por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica. Dona Marisa por corrupção e lavagem. A conclusão do delegado Márcio Adriano Anselmo é que o casal “foi beneficiário de vantagens ilícitas, por parte da OAS, em valores que alcançaram R$ 2,4 milhões referentes as obras de reforma no apartamento 164-A do Edifício Solaris, bem como no custeio de armazenamento de bens do casal”.

A apuração do inquérito teve como ponto central reforma realizada no tríplex, construído pela Bancoop (cooperativa habitacional do sindicato dos bancários), que teve como presidente o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto – preso desde abril de 2015. O imóvel foi adquirido pela OAS e recebeu benfeitorias da empreiteira, acusada de corrupção na Petrobrás. O ex-presidente seria o verdadeiro dono do tríplex- a defesa do petista nega taxativamente.

É o primeiro indiciamento formal contra Lula, nas apurações da Lava Jato em Curitiba. A conclusão do inquérito da PF, com o indiciamento dos investigados, antecede a denúncia criminal a ser apresentada pelo Ministério Público Federal ao juiz federal Sérgio Moro, que conduz os processos do caso em primeira instância. Os procuradores pediram 90 dias para oferecer denúncia no caso.Lula foi alvo de condução coercitiva, no dia 4 de março, quando foi deflagrada a 24ª fase da Lava Jato, batizada de Operação Aletheia. Na ocasião ele negou conhecer o engenheiro da OAS Paulo Gordilho, que teria participado da reforma da cozinha do tríplex e de outra propriedade que investigadores atribuem a Lula, o sítio de Atibaia (SP).

Investigações. Outro inquérito, em fase final, investiga a compra e reformas no sítio Santa Bárbara, em Atibaia, interior de São Paulo. O imóvel, para a Lava Jato, pertence a Lula e recebeu obras da OAS e da Odebrecht.

O terceiro inquérito da PF vasculha pagamentos e doações à LILS Palestras e Eventos e ao Instituto Lula.A PF suspeita que a LILS e o Instituto receberam valores de empreiteiras contratadas durante os dois mandatos de Lula (2003/2010).

Investigadores da força-tarefa, em Curitiba, reuniram elementos para apontar a participação de Lula no esquema de cartel e corrupção que vigorou de 2004 a 2014, na Petrobrás – e teria sido espelhado em outras áreas do governo, como contratos do setor de energia, concessões de aeroportos e rodovias. Com base em uma sistemática padrão de corrupção como “regra do jogo”, empreiteiras, em conluio com agentes públicos e políticos da base, PT, PMDB e PP, em especial, desviavam de 1% a 3% em contratos das estatais. Um rombo de pelo menos R$ 6,2 bilhões, só na Petrobrás.

Lula teria recebido “benesses” das empreiteiras do cartel, como  Odebrecht, OAS e outras. Executivos dos dois grupos empresariais negociam desde o início do ano acordos de delação premiada com o Ministério Público Federal – a da OAS foi encerrada nesta semana pela Procuradoria Geral da República (PGR).

 

Fonte: Estadão

Diretoria aprova reajuste tarifário da Cemar (MA)

25 ago

A Diretoria da ANEEL aprovou hoje (23/8), durante Reunião Pública, o reajuste tarifário anual da Companhia Energética do Maranhão (Cemar), a vigorar a partir do dia 28/8/16 para 2,3 milhões de unidades consumidoras localizadas no estado do Maranhão.

 

Ao calcular o reajuste, conforme estabelecido no contrato de concessão, a Agência considera a variação de custos associados à prestação do serviço. O cálculo leva em conta a aquisição e a transmissão de energia elétrica, bem como os encargos setoriais. Os custos típicos da atividade de distribuição, por sua vez, são atualizados com base no IGP-M.
Confira abaixo os índices que serão aplicados às contas de luz dos consumidores residenciais da Cemar:

 

Empresa

Consumidores residenciais – B1

Cemar  

7,84%

 

Empresa

Classe de Consumo – Consumidores cativos

Baixa tensão
em média

Alta tensão
em média (indústrias)

Efeito Médio para o consumidor

Cemar  8,23% 8,28% 8,24%

 

O efeito médio da alta tensão refere-se às classes A1 (>= 230 kV), A2 (de 88 a 138 kV), A3 (69 kV) e A4 (de 2,3 a 25 kV). Para a baixa tensão, a média engloba as classes B1 (Residencial e subclasse residencial baixa renda); B2 (Rural: subclasses, como agropecuária, cooperativa de eletrificação rural, indústria rural, serviço público de irrigação rural); B3 (Industrial, comercial, serviços e outras atividades, poder público, serviço público e consumo próprio); e B4 (Iluminação pública).

Mais informações sobre revisões tarifárias podem ser consultadas no endereço eletrônico www.aneel.gov.br, no link entendendo a tarifa.

Governo do Estado participa de reunião em Sergipe do Programa Água Doce que beneficiará mais de 9 mil pessoas

25 ago

pad

 

Com o objetivo de levar água de boa qualidade até os municípios que mais sofrem com a escassez desse bem no Maranhão, o Governo do Estado por meio do Sistema SAF participou, nesta quinta-feira (25), em Aracaju (SE), da II Reunião de Acompanhamento da Execução do Programa Água Doce (PAD). A comitiva da SAF apresentou o estágio atual da execução do PAD no Estado.

O Sistema SAF é executor do Programa no Estado e o convênio visa fornecer água de qualidade para consumo humano e pretende instalar 30 sistemas de dessalinização, entre eles, três serão sistemas de arranjo produtivos abrangendo os municípios de Itapecuru, Pirapemas, Água Doce do Maranhão, Araioses, Primeira Cruz, Chapadinha, Codó, Timbiras, Coroatá, Caxias, São João do Sóter, Aldeias Altas, Buriti, Vargem Grande, Tutóia, Santa Quitéria, Duque Bacelar, Afonso Cunha, Timon e Loreto. O público alvo são agricultores familiares, comunidades quilombolas e assentados de programas dos governos Estadual e Federal.

Em abril, na abertura da Agritec Codó, Solange Amarilis, da coordenação do Projeto Água Doce do Ministério do Meio Ambiente (MMA), oficializou junto ao Executivo Estadual, o investimento de R$ 9.667.110,79 milhões que vão beneficiar 9.500 pessoas.

Para o secretário de Estado da Agricultura Familiar, Adelmo Soares, a implantação do Programa Água Doce é fundamental para o estado. “Apesar de termos bacias hidrográficas no Maranhão, temos regiões que sofrem com as fortes estiagens e com a água de má qualidade. O Governo do Estado está empenhado na execução do PAD, inclusive disponibilizando recursos do FUMACOP para implantação de 2 unidades demonstrativas, até que o convênio seja de fato implementado”.                   

De acordo com o coordenador do Programa na SAF, Rivadavia Santos, o Governo do Estado por meio do Sistema SAF, disponibilizou recursos para a implantação de dois sistemas pilotos de dessalinização. “Os sistemas pilotos serão instalados nos municípios de Chapadinha e Codó, que são as duas bases dos 20 municípios e um dos sistemas contará com energia solar fotovotaica. A previsão é que os sistemas sejam entregues em dezembro de 2016”, explicou.

O Instituto de Colonização e Terras do Maranhão (Iterma), que compõe o Sistema SAF, também teve participação na reunião. O diretor de Assentamento e Desenvolvimento Rural do Iterma, Pedro Pascoal, esclareceu que o papel do Instituto é fazer com que seja garantida a inclusão de políticas públicas aos assentamentos do Estado.

“Historicamente esses assentamentos ficavam fora de qualquer perspectiva de uma política pública estruturante. Hoje nós temos a possibilidade de incluir nossos assentamentos ao Programa Água Doce, o que representa uma garantia à dignidade de pessoas que precisam ter acesso não só a essas, mas também a outras políticas públicas estruturantes”, disse. 

  

Programa Água Doce

O Programa Água Doce (PAD) é uma iniciativa do Governo Federal coordenada pelo Ministério do Meio Ambiente, por meio da Secretaria de Recursos Hídricos e Ambiente Urbano, em parceria com instituições federais, estaduais, municipais e sociedade civil. Visa o estabelecimento de uma política pública permanente de acesso à água de boa qualidade para o consumo humano, promovendo e disciplinando a implantação, recuperação e a gestão de sistemas de dessalinização ambiental e socialmente sustentáveis para atender, prioritariamente, as populações de baixa renda em comunidade difusas do semiárido.

Abacaxi de Turiaçu é tema de Encontro Tecnológico

25 ago

 

Com baixa acidez e sabor adocicado, o abacaxi de Turiaçu tem despertado o interesse de consumidores e, também, de produtores que estão trabalhando o aumento da oferta por meio de várias atividades. Neste sentido, no último fim de semana, foi realizado o I Encontro Tecnológico dos Produtores de Abacaxi de Turiaçu.

No encontro, que foi realizado no município de Turiaçu, os participantes discutiram ações tecnológicas para incrementar o desenvolvimento da cadeia produtiva. Foram organizadas palestras, mesas redondas, oficinas e visitas técnicas em uma unidade de cultivo. Dentre os temas em debate, inovações tecnológicas, fabricação de polpa de frutas e aproveitamento integral do abacaxi.

O secretário de Estado da Agricultura Familiar, Adelmo Soares, informou que, no início deste mês, 50 agricultores familiares do município de Turiaçu foram contemplados com a cadeia produtiva do abacaxi. “O Governo do Estado investe R$ 490 mil na cadeia com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento sustentável e o fortalecimento da Cadeia Produtiva da Hortifruticultura/Abacaxi ‘Turiaçu’, tornando um setor competitivo, diferenciado pela qualificação da produção”, afirmou.

O secretário afirmou que o abacaxi de Turiaçu é um dos melhores do Maranhão e do país. “O governador Flávio Dino, sensível ao desenvolvimento do estado pela produção de alimentos, está dando condições para fortalecer essa cadeia para fazer do Maranhão uma vitrine da cultura do abacaxi”, ressaltou.

O Sistema SAF está apoiando os agricultores familiares envolvidos na produção do abacaxi nos diversos elos da cadeia. “O apoio ocorre tanto diretamente, na produção com o fomento, quanto na comercialização por meio do Procaf [Programa de Comercialização da Agricultura Familiar], rodadas de negócio, apoio à agroindustrialização, dentre outras formas”, explicou a gerente de cadeias produtivas da SAF, Alba Maciel.

O Sistema SAF é formado pela Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (SAF), Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e de Extensão Rural do Maranhão (Agerp/MA) e Instituto de Colonização e Terras do Maranhão (Iterma). Com o Sistema SAF, já foram realizados investimentos de R$ 1 milhão para incrementar a abacaxicultura no município, o que envolve a aquisição de trator, caminhão, fomento para 50 famílias, realização de capacitações sobre a cadeia produtiva, contratação de assistência técnica e outros investimentos.

Também estiveram presente no encontro, o secretário de Agricultura de Turiaçu, Murilo Alves; o presidente da Cooperativa dos Produtores de Abacaxi, Osvaldo Luís; o superintendente da Cadeia Orgânica Produtiva da SAF, Rogério Salles; e o superintendente do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Maranhão (Sebrae/MA), João Martins.

Comando do 2º BPM inaugura Núcleo de Equoterapia, Gabinete Odontológico e Posto Policial no Povoado Descanso

22 ago

Na manhã de domingo, 21 de agosto de 2016, o 2º BPM, sediado em Caxias/MA, atualmente sob o Comando do Ten Cel Ruy Fernandes Rodrigues Júnior, realizou três importantes inaugurações.

A solenidade começou por volta de 09h30 e contou com a presença do Excelentíssimo Sr. Jefferson Miller Portela e Silva – Secretário de Estado de Segurança Pública, do Excelentíssimo Sr. Cel. QOPM José Frederico Gomes Pereira – Comandante Geral da PMMA, do Excelentíssimo Sr. Ten Cel. Ruy Fernandes Rodrigues Júnior – Comandante do 2º BPM, do Excelentíssimo Sr. Jair Lima de Paiva Júnior – Delegado Regional de Caxias, do Meritíssimo Sr. Desembargador Dr. Artur Almada Lima e demais autoridades civis e militares.

Inicialmente foi descerrada a placa de inauguração do Gabinete Odontológico da Unidade o qual atenderá inicialmente às necessidades dos integrantes do BPM e de seus familiares.

Em seguida foi inaugurado o Núcleo de Equoterapia do 2º BPM, o qual leva o nome do saudoso “Sargento Marco Antonio”, e que tem como público alvo pessoas com necessidades específicas, devidamente encaminhadas por um profissional de saúde (médico). No ato da inauguração a pequena Luísa, de 6 anos de idade,  primeira inscrita no núcleo, participou de uma sessão simbólica de equoterapia, acompanhada pelos mediadores Sgt. Idomar, Cb. Ismael, Sd.  R. Oliveira e pela fisioterapeuta Sana Rios.  Nesse momento o Sr. Secretário de Segurança montou um dos cavalos e também acompanhou o grupo.

Dando continuidade às inaugurações a comitiva se deslocou ao o povoado Descanso, localizado a 20km da sede do município de Caxias, onde foi feita a inauguração de um Posto Policial o qual estava desativado há mais de dez anos.

O Posto Policial fica em ponto estratégico onde a MA-034 se liga à BR-316 e interliga vários outros povoados com grande movimentação de pessoas e veículos. A presença efetiva da Polícia Militar naquela localidade será de grande importância para coibir o tráfico de drogas e assaltos, principalmente por ser via de acesso aos municípios de Coelho Neto, Duque Bacelar e Afonso Cunha.

 

índice

índice

Motociclista bêbado é preso por tentar subornar policiais

22 ago

Neste Domingo(21), por volta das 14h no Km 544 da BR 316, policiais rodoviários federais avistaram transitando em sentido contrário da rodovia e de forma perigosa, o condutor identificado como Valdimir Chaves de 59 anos, que conduzia a motocicleta  HONDA/CG 150 de placa HQC-7300/MA.

De imediato a equipe retornou e foi realizado o Acompanhamento Tático e dado ordem de parada ao condutor, sendo que o mesmo desobedeceu a ordem dos agentes e empreendeu fuga transitando perigosamente e adentrando na área urbana de Caxias, conseguindo ser abordado dentro do Bairro Pirajá em Caxias/MA. Ao realizar a abordagem, o condutor apresentava sinais de embriaguez, como: desequilíbrio, hálito etílico, olhos vermelhos, etc. De imediato retirou da carteira uma nota de R$ 100,00 e ofereceu aos policiais para que o deixasse seguir sem ser fiscalizado.

Foi realizado o teste de etilômetro e teve como resultado 0,99 mg/l por litro de ar expelido, configurando o crime de embriaguez. O condutor foi apresentado ao plantão da Polícia Civil em Caxias onde foi enquadrado por Embriaguez ao Volante e Corrupção Ativa.

 

índice

Adelmo Soares representa governador em Dia D do Mais IDH em São João do Sóter

21 ago

5

 

Marcado pela prestação de serviços, fiscalização de obras e divulgação de ações, o Dia D de mobilização do Plano Mais IDH, foi um momento de cidadania para a população maranhense. O evento aconteceu neste sábado (20), de forma simultânea nos 30 municípios atendidos pelo Plano.

O Plano ‘Mais IDH’ é uma estratégia do Governo do Maranhão para transformar a realidade social dos municípios com piores índices de desenvolvimento do estado. O programa foi instituído pelo governador Flávio Dino, por meio do decreto n° 30612, de 02 de janeiro de 2015, e trabalha com ações multissetoriais nos 30 municípios com menores IDHs.

No município de São João do Sóter, representando o Governador Flávio Dino, esteve o secretário de Estado da Agricultura Familiar (SAF), Adelmo Soares. Dentre as ações de aferição de pressão arterial, teste de glicemia, técnicas de escovação dentária, o secretário também fez uma demonstração de como a SAF atua nos 30 municípios do Plano, com mostras de sisteminhas e sistecs e amostras dos produtos resultados dos sistemas produtivos implantados.

“O objetivo do Governo Flávio Dino é tirar, não só o município de São João do Sóter do índice de pobreza, mas todos os 30 municípios incluídos no Plano Mais IDH. Temos a certeza de que estamos no caminho certo para mudar o cenário de pobreza que o Maranhão tem carregado durante anos”, disse o secretário de Estado da Agricultura Familiar, Adelmo Soares.

 

Ainda sobre a área de produção, os presentes ainda puderam tirar dúvidas sobre o Cadastro Ambiental Rural (CAR) e emissões de DAP. Na oportunidade o secretário fez a entrega de uma Minibiblioteca Rural Arca do Saber para a comunidade Santa Maria, uma forma de incentivar o agricultor familiar a sempre buscar o conhecimento, além de aprimorar a leitura de crianças e adultos.

O Dia D do Mais IDH não parou por aí. As ações também foram expandidas e voltadas para a assistência social e habitação. Foi entregue um Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) e vistoriadas obras do “Programa Minha Casa, Meu Maranhão”, um plano de habitação com foco nas áreas rurais dos municípios do interior do estado. Em São João do Soter estão previstas a construção de 100 casas distribuídas nos povoados de Porção (48 unidades), Cabeceira II (26 unidades) e Santo Antônio (26 unidades). 41 delas já foram iniciadas e estão previstas para serem entregues em dezembro 2016.

Os municípios receberam ainda entregas de poços para abastecimento de água, de títulos de terra; vistorias de obras de rede e reservatórios de água; além de mostras da agricultura familiar.

 
3
2

Você sabe o que é Desligamento Programado? (De 22/08 a 26/08)

20 ago

A rede de distribuição de energia elétrica precisa sempre de manutenção, por isso, todos os dias a Cemar realiza os Desligamentos Programados, que são intervenções na rede elétrica para manutenções preventivas.

O desligamento é um investimento que tem por objetivo melhorar a qualidade do fornecimento da energia elétrica em determinada área. Investir em energia elétrica de qualidade tem sido uma das prioridades da Cemar, nesse ano de 2016 a empresa faz o maior investimento de todos os tempos.

  • Como funciona?

A Companhia sempre avisa sobre desligamento com antecedência, por meio das rádios, carros de som, carta e pelo site da companhia, onde semanalmente a informação dos desligamentos é atualizada.

  • Situações nas quais a Cemar realiza a manutenção preventiva:
    • Árvores com galhos tocando na fiação elétrica – nesses casos as equipes podam os galhos;
    • Postes quebrados ou danificados por batidas de carros.
    • Colocação de espaçadores (peças de PVC) na rede de baixa tensão para evitar que os ventos fortes causem curto-circuito;
    • Manutenção de cabos, fios, transformadores, isoladores e cruzetas.
    • Substituição de postes e troca de fiação com fim de vida útil.
    •  Para mais informações ligue na Central de Atendimento 116.

 

Por medida de segurança, a Cemar pede que os clientes não façam nenhum tipo de intervenção no sistema elétrico, quando sua área estiver na programação para o desligamento programado. Isso é muito perigoso! Pois o restabelecimento do sistema de energia poderá ocorrer antes do horário anunciado.

Confira no site da Cemar a programação de desligamentos programados de todo o Maranhão: www.cemar116.com.br.

 Para outras informações fique ligado nas redes sociais da Cemar: Twitter: @Cemar_MA e facebook: Cemar 116.

10 fatos sobre o “chão engolidor de carros”

20 ago

Vamos falar sério sobre o “chão engolidor de carros”

 

 

índice

índice

 

Por volta das 14h da tarde desta sexta(19), uma cratera se abriu na Rua Dr. Berredo. Dois carros foram “engolidos” e as fotos logos se espalharam por redes sociais e várias histórias foram surgindo. Vamos esclarecer:

 

1 – A culpa não foi do asfalto;

2 – A galeria era bem antiga. O que não justifica a falta de manutenção e atenção. A Secretaria de Patrimônio (até onde eu lembro, atrelada à Sec. de Cultura), não possui um Secretário real e o antigo tinha interesses próprios, então, podemos imaginar que ele continuou o trabalho porco de anos e anos atrás.

3 – Foi sim um acidente, uma fatalidade. Porém, poderia ter sido evitado. Os sinais eram claros. Tentar crucificar quem quer que seja, pelo ocorrido, é ridículo;

4 – Apesar do susto, não houve um prejuízo maior. Já que o fornecimento de água foi restabelecido e a Prefeitura assumiu o prejuízo;

5 – O acontecimento foi em frente à Casa dos Estudantes. Local que está abandonado pelo poder público. Ótima oportunidade para mostrar o quanto a galera que mora ali, precisa de uma atenção maior;

6 – Outros pontos da cidade precisam de uma atenção maior, seria interessante ver programas e projetos que visem a preservação e manutenção dessas áreas;

7 – Virou uma briga política dos infernos. Galera da oposição descendo o cacete vs Galera da situação defendendo. De ambos os lados, tinha gente que nem sabia do que estava falando. Vamos parar, já está ficando ridículo;

8 – Por sorte, ninguém se feriu. Não houve danos maiores, além dos materiais;

9 – Serviu de exemplo para problemas futuros. Autoridades responsáveis: FIQUEM DE OLHO!

10 – Eu ri muito de quem fez a montagem com as Tartarugas Ninjas. Ficou muito boa!