Archive | março, 2014

Atletas caxienses conquistam medalhas no Tênis de mesa em São Luís

31 mar

Os atletas caxienses participaram de um campeonato de tênis de mesa em São Luís. Conquistaram medalhas em todas as categorias disputadas.

O atleta veterano Tibila Neves mostrou em sua página do facebook o nome dos atletas e suas conquistas e para dizer que Caxias agora tem uma seleção forte no Tênis de mesa.

Segue o nome dos atletas e suas medalhas:

Felipinho Prata, Bruno uma prata e um Bronze, Tibila dois ouros, Lu Lin um Bronze e Paulo uma prata.

 

Foto retirada do facebook

Foto retirada do facebook

 

Parabéns aos atletas caxienses e que o esporte só tenha a crescer na cidade e cada vez mais pessoas se tornem adeptas do Tênis de mesa em Caxias.

 

Foto retirada do facebook

Foto retirada do facebook

 

 

Inicia nesta Segunda(31) a I Semana de Arte Sacra de Caxias

31 mar

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

 

Começa hoje em Caxias a I Semana de Arte Sacra, a semana vai do dia 31 de Março até 07 de Abril.

Será realizada no Centro de Cultura Acadêmico José Sarney(Antiga Fábrica).

A exposição visa despertar a importância da preservação do patrimônio sacro caxiense existentes nas igrejas bicentenárias da nossa cidade, bem como oratórios de famílias tradicionais e ermidas que por sua grande valia algumas delas foram tombadas pelo Estado na década de 1990.

 

Data – 31 de março – solenidade de aberturas a partir das 19:30min com a participação da Orquestra Sinfônica de Teresina no Salão Nobre dos Caxienses no Centro de Cultura Acadêmico José Sarney.
Horário – 19h30
Local – Salão Nobre dos Caxienses
 
Durante a Semana Municipal de Arte Sacra haverá: 
- Visita as exposições das 8h às 21h
- Documentário sobre Arte Sacra no Brasil: 10h, 15h e 18h30 no Salão das Bandeiras
- Palestra Caxias Barroca nos dias 1, 3 e 4 de abril as 9h  no Salão Nobre
- Visitas agendadas para grupos e instituições
- Concerto de musica sacra/clássica às 20h – Espaço Cultural Maestro Cícero Cavalcanti  

Equívocos de interpretações e erros metodológicos, o IPEA e sua pesquisa sobre as mulheres.

31 mar

Autor: Kayck Danny

 

Antes de mais nada, descarto qualquer titulação que possa ser direcionada a minha pessoa, principalmente a de “machista”. Longe de mim beirar tal rótulo, devido minha ligação com pessoas que fazem parte do segmento feminista e simpatizantes das lutas travadas para a obtenção de direitos.

Tratando-se de um caso analítico e não, apenas, meramente uma interpretação direta de um dado bruto, tentarei desmistificar um pouco o resultado da polêmica pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA). Como já bastante repercutido, principalmente nas redes sociais, vide Facebook e Whats App, o resultado necessita de uma análise mais consistente de uma interpretação mais fundada em outros dados da própria pesquisa, pois o mesmo, bruto, por si só, não responde a todas as inquietações que de fato deveria responder.

De fato, ainda termos, em pleno o ano de 2014, um resultado de pesquisa que mostre um percentual de 67% de pessoas, reitero, pessoas, ainda crê que o vestuário utilizado pelas mulheres que mostrem o corpo, podem ser considerados os propulsores dos ataques, é altamente preocupante. A partir desta afirmação origina-se em toda rede um movimento que culpa o “machismo” por este resultado absurdo, mas, até onde vai o “machismo” masculino e onde surge o “machismo” feminino? Pois bem, meus caros, buscando mais informações, descobre-se que boa parte do público alvo pesquisado é composto por mulheres, cerca de 65, 6%, então, o que nos leva a crer que o preconceito e a falta de apoio não é meramente característico do sexo masculino, existem “moças machistas”, que aliadas ao conservadorismo apregoado e presente em grande proporção no estado brasileiro acaba que ponto em cheque uma luta existente para uma equidade entre gêneros.

Sou enfático em atribuir ao IPEA o erro e a culpa pelo mal entendido que originou toda essa confusão. Alguns fatos são notórios, por exemplo, no parágrafo anterior, cito a quantidade de mulheres entrevistadas, mas, reparem, cito-as como entrevistadas de maneira geral, ou seja, em todos os quesitos da pesquisa, e não apenas no que trata sobre o modo de vestir, portanto, o IPEA, ou sonegou o dado ou em sua metodologia não julgou tão necessário esta informação, que diga-se de passagem é altamente importante para o entendimento e surgimento de novas questões a serem trabalhados pelos formuladores de políticas públicas, neste caso, ligadas à Mulher. Em contraponto, expõe que religiosos, evangélicos ou católicos, têm maior possibilidade de concordar com a afirmação.

Pessoalmente, creio que apesar do resultado ser preocupante, ainda é cedo para esperarmos que uma mudança tão impactante no modo de “pensar” da população seja notificada e trabalhada, mudanças deste tipo levam anos para obterem resultados satisfatórios em uma sociedade tão conservadora. A preocupação e as políticas de garantias às mulheres ainda é recente como constante na agenda de decisões do governo, tendo em vista que possuímos uma lei que pune agressores domésticos sancionada a menos de quinze anos. A verdade é que, nunca de fato saberemos o que fato e quem de fato pensou o que ou acha o que acha, certamente, o IPEA irá refazer a pesquisa, com questões mais precisas e com informações mais respaldadas, só que o público já estará preparado para responder, mesmo que contra seus pensamentos, os questionários apresentados, resumindo, game over, não saberemos o que de fato o cidadão pensa, de verdade.

Para concluir, sem mais delongas, sou defensor do direito das mulheres de usarem o que bem entenderem e agirem da forma como julgarem conveniente, uma sociedade justa e igualitária deve, acima de tudo, dar liberdade e apoiar toda e qualquer atitude de caráter pessoal, desde que esta não infrinja os códigos de regras e condutas contidos em lei. E, uma dica, não saiamos compartilhando o que nos é posto a todo o momento em redes sociais, busquemos as fontes e os devidos esclarecimentos para que não reproduzamos de maneira equivocada informações ainda não “lapidadas”.

 

Jovem é assassinado com três tiros em Caxias

29 mar

Um jovem foi assassinado na tarde deste sábado (29), no bairro São Francisco, em Caxias. O crime ocorreu por volta das 15h, na rua Aluízio Lobo, levando a óbito Caique Glaydson Jansen Costa, de 19 anos, com três tiros de arma de fogo.

Segundo informações da Polícia, Caique estava na companhia de seu primo, menor de idade, quando dois suspeitos em uma moto Honda Broz se aproximaram e efetuaram o primeiro disparo pela costa. Quando a vítima caiu a dupla efetuou os outros disparos e evadiu do local.

A vítima foi atingida na região torácica e morreu ainda no local.

 

Foto: Difusora Caxias

Foto: Difusora Caxias

 

Fonte: Difusora Caxias

E quanto à estrada?

29 mar

Aconteceu nessa Sexta(28) a inauguração da estrada que liga Caxias à São João do Sóter. Estrada essa que deu muito o que falar. Foi e ainda é motivo de uma disputa política que está se tornando cada dia mais tensa.

Com a PM aquartelada desde a noite de Quarta(19), surgiu até uma dúvida sobre a presença da Governadora Roseana Sarney em São João do Sóter. Porém, ela acabou vindo, ignorando completamente os PMs, como vem fazendo ao decorrer dos anos.

Então vamos por partes:

 

Quem é o pai?

 

Com a estrada finalmente pronta, depois de quase 5 anos, muita conversa de que dinheiro foi desviado, de que alguns “atravessadores” impediam o andamento da mesma. Então agora a briga é pra saber quem é o a pessoa responsável pela bendita estrada, que trouxe alegria a tantas famílias que agora poderão se deslocar melhor para as cidades de regiões vizinhas entre Caxias e São João do Sóter. Segundo a oposição estadual, formada pela situação caxiense e lideranças políticas do PC do B, onde os deputados estaduais Cleide Coutinho e Rubens Jr. informam que existe uma reivindicação de sua autoria. O texto completo pode ser conferido clicando aqui. Do outro lado existe a situação estadual, formada pela Governadora Roseana Sarney e o Secretário de Infra-Estrutura Luís Fernando.

 

Então?

 

A maior confusão nisso tudo é que segundo a oposição a estrada era para ter sido feita muitos anos atrás, então o Secretário Luís Fernando não teria nenhuma participação direta na estrada, considerando que esse é ano de eleição para o governo, então a oposição acusa a situação de estar fazendo propagando política precipitada, já que LF é o pré-candidato do grupo Sarney ao governo do Maranhão. A situação descarta qualquer participação de membros oposicionistas na obra da estrada e assim a confusão está armada.

 

Manifestação frustrada

 

Durante a inauguração da estrada, algumas pessoas tentaram exibir faixas e cartazes de repúdio à governadora. Porém, tiveram seus planos frustrados por seguranças da governadora e alguns populares que se encontravam no local. O tumulto foi feio. Porrada, chute, gritaria, correria. A manifestação foi calada no braço. Os manifestantes acusaram os situacionistas de agressão. Já simpatizantes do governo, acusaram os manifestantes de serem “paus-mandados” da oposição, principalmente por alguns membros do PC do B estarem presentes na manifestação. Inclusive acusaram um suposto líder da manifestação de ter “dado no pé” de fininho enquanto os demais estavam no “pau”. Se isso realmente aconteceu, gostaria de dizer que tal líder é então um covarde. Fiquei à frente de uma manifestação em Caxias, meus amigos me abandonaram, alguns se acharam superiores e apenas observaram de longe. E mesmo sendo criticado por alguns, eu jamais fugi da luta e enquanto tinha pelo menos uma pessoa que decidiu me acompanhar e atendeu ao chamado que fizemos, eu estava lá ao seu lado. Também foi frustrada a nossa empreitada, pois, muitos se infiltraram e começaram a causar discórdia e até aqueles em quem eu confiava acabaram demonstrando interesses diferentes(mas, essa é outra história).

 

 

Minha opinião

 

Sendo membros de grupos políticos ou não, toda manifestação é válida e logicamente agredir pessoas que estão exercendo o seu direito à livre expressão. Nada justifica a agressão sofrida pelos manifestantes. Eu mesmo que já fiz parte de manifestação pela UEMA, enquanto representante do DCE do CESC – UEMA e também pelos direitos do cidadão Caxiense, acredito que quem se manifesta sempre tem algo a dizer e alguma insatisfação que com certeza deve ser justificada. Defendo e vou morrer defendendo a liberdade de expressão e direito do brasileiro se manifestar. Seja qual for a sua reivindicação e seja lá de que lado esteja.

 

E a estrada?

 

Fico feliz em ver que a estrada finalmente está pronta, antes tarde do que nunca. Foram anos de espera, eu mesmo já tive uma viagem prejudicada quando quase quebrei meu carro nas imperfeições e na bagunça que estava a estrada. Para os que trabalham se deslocando entre as duas cidades, é uma ótima melhoria nas condições de trabalho, para as pessoas que moram nos arredores da estrada, com certeza é ótimo não ter suas casas invadidas pela poeira com o vai e vem de veículos.  

 

Mídia

 

Achei ridículo uma mídia local, onde o entrevistador já chegava instigando os entrevistados a dizerem coisas que nem eles mesmo sabiam o que significava direito. Além de perguntar o que achavam e a quem eles queriam agradecer, o nome da governadora e do secretário de infra-estrutura eram ditos pelo entrevistador e o microfone colocado em frente aos entrevistados que simplesmente diziam:  – SIM, SIM, MUITO BOM, AGRADEÇO!

Sou totalmente contra esse tipo de artifício midiático, definitivamente: RIDÍCULO! E ao contrário do que alguns mesmo, que tem o costume de negar as coisas que diz, aqui eu deixo bem claro: – EU ESTOU DIZENDO ISSO, ESSA É A MINHA OPINIÃO!

 

Enfim:

 

Estrada pronta é o que realmente importa, tenho certeza que as pessoas sabem o que sofreram, quem deve ou não ter algum crédito ou mérito. Acredito que o mais importante seja que o povo foi beneficiado e a luta é simples: O bem do povo acima de qualquer coisa e de qualquer ideal político!

Fica aqui meu apoio meu repúdio aos que agrediram os manifestantes, pois, já que foi um ato pacífico, seja ele de onde e de quem partiu, não interessa, o importante é que nenhuma censura é válida e todo cidadão deve ter direito de se manifestar. Quanto as intenções políticas por trás de tudo, não me meto nisso, pois, não estava presente, não acompanhei os membros da manifestação e não sei dizer ao certo se eram ou não situacionistas caxienses sendo manipulados.

 

Obs: O link indicado no texto vai para o site da Assembleia Legislativa do Maranhão e o vídeo do Blog do Cutrim.

Curso de Psicomotricidade será ofertado em Caxias neste sábado

27 mar

Os acadêmicos do Curso de Educação Física, Fisioterapia, Treinadores e Atletas. Terão neste final de semana oportunidade de receber a visita do Professor de Educação Física e ex-ministro dos esportes na França, Jean Boleslaw Nita, que vem a Caxias especialmente para ministrar uma palestra sobre Psicomotricidade e conhecer a estrutura de praças esportivas de Caxias.

A Psicomotricidade é uma ciência que estuda o homem através dos movimentos organizados e integrados do seu corpo e em relação ao seu mundo interno e externo, de modo que estas ações resultam de sua individualidade, linguagem e socialização.Importante colocarmos nossas crianças em situações múltiplas, tais como: correr, soltar, dançar. Segundo ele, essas múltiplas atividades as ajudam a ser mais coordenadas com relação aos seus movimentos corporais simultâneos.

O  objetivo é contribuir na formação do atleta, homem e cidadão envolvendo esporte e vida acadêmica, objetivo este que esta diretamente vinculado aos princípios do Instituto República dos Esportes.

Com um polo em São Luís – MA, o Instituto República dos Esportes conta com a participação do Ex – técnico da Seleção Francesa de Handebol em parceria com o presidente do Instituto República dos Esportes Ronaldo Cunha que é o responsável pela vinda de Jean a Caxias.

Mais uma importante parceria para nosso Município.

Jean Boleslaw Nita é Professor de Educação Física, Técnico de Handebol da Seleção Francesa, Consultor Técnico de Seleções Européias e Especialista em Psicomotricidade.

Ronaldo Cunha presidente do Instituto República dos Esportes e com ampla experiência em Esportes.

O curso será no auditório da Prefeitura Municipal de Caxias sábado às 08 horas.

Entrada franca e inscrições no local.

 

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

 

Fonte: SEMELJ – Caxias

Salomão da Selva do Braz é encontrado morto em sua residência

27 mar

Salomão Rocha Braz, proprietário da Pousada Selva do Braz no bairro Refinaria, foi encontrado morto por volta das 22h35 de quarta-feira (26) dentro do quarto em que dormia. O corpo já estava em avançado estado de decomposição.
 
De acordo com informações da polícia, familiares estavam há dois dias sem contato com o comerciante que era conhecido por Salomão da Selva do Braz. O irmão da vítima, que não teve o nome divulgado, sentiu um forte odor vindo do cômodo onde Salomão dormia, ele arrombou a janela e se deparou com a vitima caído no chão. 
 
A vítima foi encontrada com várias perfurações de faca na região do pescoço e cabeça. A polícia investiga as causas da morte e não descarta nenhuma hipótese. A perícia também esteve na pousada colhendo informações que possam elucidar o crime.
 
Devido ao estado de putrefação, Salomão Braz foi enterrado logo após ter sido retirado do local onde foi encontrado.
10152899_620402934712117_252852529_n
Fonte: Blog do Irmão Inaldo

Polícia Militar de greve no Maranhão

27 mar

Após uma Assembleia Geral realizada na sede da Fetaema, no Centro, os policiais militares do Maranhão decidiram, há pouco, paralisar as atividades.

Desde fevereiro a categoria estudava a possibilidade de mais uma greve. Os militares criticam o reajuste de 7% concedido pelo Governo do Estado. Segundo eles, a medida não reflete aumento, apenas reposição de perdas salariais coma inflação.

Com o reajuste, um soldado, por exemplo, que recebia R$ 2.396,80 em 2013, a partir de março deste ano terá sua remuneração elevada para R$ 2.564,58. Exatamente o que foi proposto em acordo que possibilitou o fim da greve de 2011.

Mesmo assim, eles decidiram pelo aquartelamento, que já começou. Inicialmente, todos as viaturas que estão nas ruas estão sendo chamadas para  Fetaema, onde se decidirá o local do acampamento. Provavelmente na Assembleia Legislativa, mais uma vez.

 

Fonte: Blog do Gilberto Léda

 

Em Caxias as viaturas também já estão sendo recolhidas. Então a partir de agora, todo cuidado é pouco.

 

Viaturas recolhidas em Caxias

Viaturas recolhidas em Caxias

O esporte operando milagres

26 mar

Aconteceu nesta Segunda(24) a abertura da etapa maranhense de Beach Soccer na Arena Esportiva do complexo Turístico da Veneza.

No local estavam presentes várias autoridades locais e estaduais, dentre elas os adversários político Léo Coutinho(Prefeito de Caxias) e Paulo Marinho Jr.(Sec. de Juventude do Estado).

Durante a abertura, como esperado o prefeito fez um discurso, já que a etapa do campeonato é uma parceira entre a Federação Maranhense de Beach Soccer e a Prefeitura de Caxias.

Então, o inesperado aconteceu: Léo Coutinho estendeu a mão ao adversário Paulo Marinho Jr.

 

Foto: O estado/ Zeca Soares

Foto: O estado/ Zeca Soares

 

Este ato foi bem interessante, pois, mostrou que Estado e Município podem sim trabalhar juntos para que coisas boas possam chegar até a nossa cidade. Esse simples aperto de mão, mostrou maturidade de ambos os lados e mostrou que problemas políticos devem ficar entre eles e não ser expandido para o resto da cidade. Caxias sofre a tempo devido a esse impasse político, isso apenas atrasa o crescimento da cidade e quem se dá realmente mal é o povo.

Que tais apertos de mão voltem a acontecer, que outros políticos deixem diferenças de lado e trabalhem de igual para igual para um bem maior que é o povo. Eles trabalham juntos pelo esporte, agora resta trabalharem juntos por outras pastas que também são importante e necessitam de tal parceria.

Deixo aqui meu parabéns aos dois. Fico feliz que o esporte deu esse pontapé inicial, agora é esperar e torcer para que mais coisas boas venham para Caxias. Afinal de contas: A união faz a força!

Chapa 1 vence a eleição do SINTRAP

26 mar

A chapa 1 foi novamente eleita para a direção do SINTRAP.

Com a diferença de 30 votos, os membros da chapa 1 venceram os da chapa 2.

Agora é esperar e ver qual será o método aplicado pelos membros da direção para alcançar seus direitos.

Resultado:
Chapa 1 = 425 votos
Chapa 2 = 395 votos
Nulos = 20 votos

Brancos = 9 votos

Nota do blogueiro – Espero que eles deem voz a todos os membros de SINTRAP, assim com certeza eles ganharão mais força e quem sabe conseguirão o que tanto luta para conquistar: Seus Direitos!

 

Com informações do blog do Sabá