Archive | novembro, 2015

Governo do Estado revitaliza laboratório da produção de alevinos e tanques no município de Codó

27 nov

IMG_5791

 

O secretário de Estado da Agricultura Familiar (SAF), Adelmo Soares, assinou termo de convênio no valor de R$ 300,00 mil   em benefício da Associação dos Pequenos Produtores do Campo Agrícola de Fomento, no município de Codó. O recurso será destinado ao desenvolvimento da piscicultura em tanques escavados e produção de alevinos.

Trinta e três famílias do povoado serão beneficiadas diretamente com a revitalização do laboratório de produção, que estava parado há oito anos.  Além de consumir os peixes os produtores podem, também, comercializar o excedente produzindo renda e qualidade de vida.

“A transformação da agricultura familiar no estado é uma realidade. O setor primário precisa de um olhar diferenciado e é isso que o governo do Estado por meio da SAF vem fazendo, transformando a realidade rural dos municípios maranhenses,” disse o secretário Adelmo Soares, reafirmando o compromisso e a determinação para construir e aplicar políticas públicas que irão alavancar o desenvolvimento da agricultura no Estado. 

Para a presidente da Associação dos Pequenos Produtores do Campo Agrícola de Fomento, Maria de Jesus Pereira, a reativação do laboratório é uma vitória para as famílias do povoado que agora vão produzir seus próprios alimentos.

Para o vereador de Codó que intermediou a parceria entre SAF e o povoado, Pedro Belo, é gratificante poder ajudar as famílias do povoado. “Sabemos que o Governo é sensível. Para mim é uma satisfação ver o governo do estado disponibilizar para o município de Codó, especificamente para associação da Vila Fomento, aproximadamente 300 mil para montar e reativar o laboratório de produção de alevinos e tanques. Acredito que com essa iniciativa o Estado possibilita qualidade de vida para essas famílias carentes”, explicou Pedro Belo.

Hospital do Câncer em Caxias recebe primeiros equipamentos

27 nov

 

Nesta semana, começaram a ser entregues os primeiros equipamentos do Hospital do Câncer em Caxias. Além disso, o mobiliário também está sendo entregue e montado.

Carros curativos, negatoscópio, armários, camas, mesas, cadeiras, longarinas e arquivos. Todo o material foi adquirido em parceria entre o Ministério da Saúde e a Prefeitura de Caxias.

 

Unacon

 

A Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon) faz parte de uma estratégia conjunta entre o Estado, os municípios da macrorregião de Caxias e o Ministério da Saúde, através do Instituto Nacional do Câncer (INCA), com o objetivo de promover o acesso dos pacientes oncológicos a um serviço de saúde de qualidade na própria região, reduzir o risco de morte e minimizar as consequências do câncer na população maranhense, especificamente a dos caxienses.

 

Fonte: ASCOM – Prefeitura Municipal de Caxias

Prefeitura de Caxias realiza palestra sobre os 16 dias de ativismo no batalhão do Tiro de Guerra

27 nov

 

A Prefeitura de Caxias, por meio da Secretaria de Políticas para as Mulheres e o Centro de Referência e Atendimento a Mulher (CREAM), realizou na manhã de quarta-feira (25) uma palestra para os alunos do alistamento militar de Caxias.

Com o tema “Feminicídio”, a coordenadora do CREAM, Ednalva Ribeiro, abriu a programação dos 16 dias de ativismo pelo fim da violência contra a mulher.

 

Conforme a coordenadora do Centro de Referência, “a Secretaria de Políticas para as Mulheres de Caxias tem desenvolvido varias ações de políticas públicas importantes no enfrentamento ao problema da violência contra a mulher no município”.

 

Programação

 

Este ano, a programação pelos 16 Dias de Ativismo tem como foco principal a questão do feminicídio e está voltada para informar a sociedade sobre a aplicação da Lei Maria da Penha e suas implicações. A campanha contempla ainda atividades como palestras sobre violência contra a mulher, panfletagem alusiva à campanha da não violência, blitz nos bares e casas de eventos da cidade.

 

Ativismo

 

A campanha 16 dias de ativismo pelo fim da violência contra as mulheres é uma mobilização mundial, realizada anualmente. É praticada simultaneamente por diversos países, envolvendo atores da sociedade civil e do poder público engajados nesse enfrentamento. Desde sua primeira edição, em 1991, já conquistou a adesão de cerca de 160 países. A campanha tem quatro datas significativas: 25 de novembro – Dia Internacional de Não Violência contra as Mulheres; 1º de dezembro – Dia Mundial de Combata à AIDS; 6 de dezembro – Campanha do Laço Branco; e 10 de dezembro – Dia Internacional dos Direitos Humanos.

 

Fonte: ASCOM – Prefeitura Municipal de Caxias

Governo participa da 3ª Semana do Bebê Quilombola em Bequimão

27 nov

Foto 1 - Comunidades quilombolas presentes a Semana do Bebê Quilombola

 

O governo do Estado participa da 3ª Semana do Bebê Quilombola, uma ação desenvolvida pela Prefeitura de Bequimão em parceria com o governo do Estado, Unicef e Fundação Josué Montelo e que consiste em uma série de palestras, rodas de conversas e oficinas envolvendo todas as famílias quilombolas das comunidades negras daquele município, além das ações multisetoriais desenvolvidas no decorrer do ano.

A Semana do Bebê Quilombola é concebida como estratégia de mobilização social com vistas a contribuir com a proteção, os cuidados e o desenvolvimento infantil de crianças de 0 a 6 anos, a chamada primeira infância.

Bequimão tem grande percentual de população negra e conta com 18 comunidades rurais quilombolas, sendo  somente 11 quilombos certificadas pela Fundação Cultural Palmares.

As famílias quilombolas dessas comunidades enfrentam o racismo e  condições desfavoráveis como menor expectativa de vida, maior taxa de mortalidade e maior risco de adoecer e morrer por doenças evitáveis e as crianças quilombolas estão expostas a ambientes de pobreza, desnutrição, renda familiar baixa, negligência, abusos, discriminação e difícil acesso as políticas públicas, o que resulta em baixo rendimento escolar e limitação das habilidades sociais e cognitivas.

Para Gisele Padilha, coordenadora de projetos sociais da Fundação Josúe Montelo, é importante a parceria dos diversos atores sociais para tornar prioridade o desenvolvimento da primeira infância. “É responsabilidade de gestores, de líderes comunitários, da família e dos governos trabalhar e cuidar do desenvolvimento de crianças de 0 a 6 anos para que a gente possa ter um adulto saudável e integrado no mundo social e do trabalho”.

O prefeito Antonio José Martins explica que as ações multisetoriais desenvolvidas no decorrer do ano atendem a indicadores propostos pelo Unicef. “Estamos conseguido cuidar melhor das crianças quilombolas de Bequimão graças ao trabalho dos profissionais da saúde, educação, esporte, desenvolvimentos social e igualdade racial, além das famílias quilombolas.

O município conseguiu melhor alguns indicadores de impacto social: reduziu a mortalidade de crianças e adolescentes por causas externas, todas as crianças de até um ano de idade possuem registro civil, reduziu a proporção de óbito materno. “Estamos vencendo um desafio de dimensão grandiosa que é cuidar de um grupo historicamente menos privilegiado que são as crianças quilombolas, e agradeço o apoio do Unicef, da Fundação Josué Montelo e um agradecimento especial à nova equipe do  governo Flávio Dino, que muito contribui com

Bequimão”, disse o prefeito.

A Secretaria de Igualdade Racial participa da Semana do Bebê

Quilombola com as assessorias dos técnicos Iracema Amorim, Mari Martins, Domingas Gomes e Eduardo Filho, que desenvolvem palestras e oficinas junto as comunidades em questões de saúde, educação, cidadania e inclusão produtiva.

O secretário de igualdade Racial, Gerson Pinheiro, disse que “o governador Flávio Dino está preocupado com os índices sociais do Maranhão e desenvolveu uma força-tarefa para melhorar esses indicadores. A ação do  governo está presente, particularmente aqui em Bequimão, no apoio da Semana do Bebê Quilombola, no Programa Mais IDH,  no Mais Bolsa Escola, na saúde, educação, segurança pública. Estamos aqui em Bequimão contribuindo com a população quilombola na superação da discriminação e da exclusão social e econômica. Esta nova realidade implica diretamente no desenvolvimento do Estado”.

 

Foto 2 - Secretário Gerson Pinheiro falando das ações do Governo do Estado para a superação do baixo IDH

 

PREFEITA DA CIDADE

 

A cada edição da Semana do Bebê Quilombola é escolhida uma criança nascida durante o avento para ser o Prefeito da Cidade, para um “mandato” até a próxima Semana do Bebê Quilombola. A prefeita-mirim ganha um enxoval completo e atendimento prioritário nos serviços públicos, além da chave da cidade. A prefeita atual é Lara Rafisa, que passará o cargo pra o bebê nascido nesta semana.

 

 Foto 3 - Lara Rafisa, prefeita-mirim da Cidade de Bequimão

Humberto Coutinho é diagnósticado com nova lesão no instestino

27 nov

O Presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado estadual Humberto Coutinho, submeteu-se a exames de rotina no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo (SP), nos quais foi constatada uma nova lesão no intestino grosso.

A junta médica que o atende, coordenada pelo Dr. Paulo Hoff, pediu novos  exames para decidir se adotará intervenção cirúrgica ou quimioterápica.

Humberto Coutinho encontra-se no hospital paulista, acompanhado da sua esposa, Dra. Cleide Coutinho, dos filhos George e Geórgia e de familiares.

Assim que a junta médica decidir o procedimento adequado para o tratamento do deputado, serão dadas novas informações.

 

Conheça quais vereadores não assinaram o pedido de investigação e cancelamento do seletivo relâmpago

25 nov

A vereadora Taniery, utilizou a sua conta no facebook, para mostrar quais vereadores assinaram o pedido que ela protocolou junto ao MP, para o cancelamento do seletivo e denunciando a candidata que foi aprovada duas vezes para o mesmo seletivo.

Não vou detalhar sobre os absurdos que envolvem esse seletivo. Vou direto ao ponto, que é quem realmente teve coragem de assinar.

Os vereadores: Taniery, Benvinda, Catulé, Fábio Gentil, Luís Carlos (todos os membros da oposição). Os vereadores da situação: Mário Assunção, Neto do Sindicato e Durval Jr., também assinaram. Os vereadores Antônio Luís e Jerônimo, não estavam presentes.

Então, aqui está a lista com os nomes dos vereadores que acharam perfeitamente normal o tal seletivo relâmpago:

 

Ana Lúcia Ximenes;

Thaís Coutinho;

Irmã Nelzir;

Elias do Gesso;

Fátima da Baixinha;

Luís Lacerda;

Paulo Simão;

Manoel da Caçamba;

Genival Moto Peças.

 

Fica então, os nomes, para a população saber quem são aqueles que simplesmente ignoram os pedidos do povo e ainda se dizem representantes de Caxias.

 

 

Dilma cancela sua vinda para Caxias

25 nov

Não vou ficar de rodeios e nem de conversinha. Resumindo: A DILMA NÃO VEM MAIS!

Presidente Dilma dará o ar da graça em Caxias

25 nov

A Assessoria de Comunicação da Presidência da República informou nesta quarta (25) que a presidente Dilma Rousseff virá à Caxias na próxima sexta-feira (27), para a solenidade de entrega de 2 mil casas do Residencial Vila Paraíso, ao lado do prefeito Leo Coutinho e do governador Flávio Dino.

Ainda não foi divulgado horário da chegada da Presidente em Caxias. Segundo a Assessoria de Comunicação da Presidência da República, Dilma Rousseff desembarcará da aeronave presidencial no aeroporto Petrônio Portela, em Teresina (PI), de onde seguirá para Caxias de helicóptero.

 

Nota do blogueiro:

 

Dilma está processando quem fala mal dela, então, vou evitar estresse para os meus advogados. Ela tem mais é que andar pelas cidades e ver a situação em que deixou o país.

Por motivos éticos, evitarei maiores críticas.

O seletivo mais estranho da história

23 nov

Quando saiu a chamada para um seletivo do Governo do Estado, para o Hospital Regional Dr. Everaldo Ferreira Aragão que irá inaugurar em Caxias, já começou de forma estranha, quando a divulgação saiu em cima da hora. As inscrições durariam dois dias, de 18 a 20 de Novembro, a correria foi enorme, para juntar documentação e fazer as inscrições o mais rápido possível.

O resultado saiu em tempo recorde, no dia seguinte ao término das inscrições. Para quase 15 mil inscritos, seria impossível que tudo fosse conferido. Começou o “bafafá”, as pessoas começaram a reclamar e o seletivo virou piada.

Olhos mais atentos, descobriram que uma mesma pessoa, foi classificada duas vezes no mesmo seletivo, tirando ainda mais a credibilidade.

 

Até governistas, reclamaram do resultado relâmpago do seletivo. Então, fica complicado não querer explicações, que até agora, não vieram de forma alguma.

A vereadora Taniery Cantalice, divulgou na sua página no facebook, que protocolou junto ao MP uma denúncia sobre o seletivo, onde pede o cancelamento: “Protocolei no ministério público sexta feira uma denúncia referente ao processo seletivo do hospital macrorregional de caxias pedindo cancelamento do seletivo por várias irregularidades no edital e falta de transparência. Agora só esperar a justiça trabalhar.”

https://fbcdn-sphotos-d-a.akamaihd.net/hphotos-ak-xap1/v/t1.0-9/12295234_432481793611751_2633541106753458268_n.jpg?oh=5e689a496f7000af0815b14366610841&oe=56FA1DC7&__gda__=1454672411_151f515a7db4f326a042f3b8b2898565

O tal seletivo, pode sair como um belo tiro no pé. Explicações são necessárias e não adianta tentar esconder a sujeira debaixo do tapete. O povo está de olho e exige transparência.

 

Novamente um blogueiro é morto no Maranhão

22 nov

 

O blogueiro, promoter e Dj, Orislandio Timóteo Araújo, mais conhecido como Roberto Lano, foi assassinado, neste final de semana, em Buriticupu, há poucos dias de um outro crime, em Governador Nunes Freire, contra o também blogueiro Ítalo Diniz que foi morto três anos após à covarde violência contra o jornalista Décio Sá, em São Luís, ocorrida em 2012. Todos os casos sem plena elucidação por parte da Polícia até agora.

A Polícia ainda não sabe dizer se o crime, em Buriticupu, está relacionado com a atividade de blogueiro, DJ ou de promoter de Roberto Lano. Mas, pelo que circula nos bastidores, postagem sobre uma  determinada empresa estaria entre as linhas de investigação. Além disso, a última matéria do blog faz uma denúncia à prefeitura de Buriticupu sobre uma ponte que “ligaria nada há lugar nenhum…” e estaria na mira dos investigadores (PRINT ACIMA).

A Secretaria de Segurança Pública do Maranhão precisa ser mais dura com esses casos de assassinatos contra blogueiros no Estado, pois já está ficando muito sério. O assassinato de Ítalo Diniz, ocorrido no dia 13 de novembro, que chamou a atenção da  Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP), com sede em Miami (EUA), ainda não foi elucidado. Não há nem pistas sobre as pessoas que fizeram os disparos.

No caso de Décio Sá, que já se arrasta há três anos na Polícia, apenas identificaram o pistoleiro Jhonathan de Sousa, que cumpre pena, e o agiota Gláucio Alencar como um dos mentores, mas, até hoje, não descobriram quem foram todos os mandantes do crime.

Está mais do que na hora do secretário Jeffersosn Portela se pronunciar em nome da Secretaria de Segurança Pública do Estado sobre esses casos que estão se tornando rotineiros no Maranhão e observados por órgãos internacionais, como a SIP.

 

Fonte: Blog do Samuel Bastos