Archive | janeiro, 2016

Divulgada a programação oficial do Carnaval 2016 de Caxias

28 jan

 

Chegou a hora de pular e se divertir muito. Para você se programar para a “Folia de Caxias – Carnaval cada vez melhor!”, a Prefeitura de Caxias, por meio da Secretaria de Cultura, divulga a programação oficial do Carnaval deste ano na Princesa do Sertão, que acontece de 4 a 9 de fevereiro, em vários cantos da cidade.

 

Confira a programação:

 

4 de fevereiro – Quinta-feira 

 

Pré-folia

19h – Bloco “As Marias”, com Farra da Gordinha, na Avenida da Folia (avenida Alexandre Costa)

 

5 de fevereiro – Sexta-feira

 

Abertura Folia de Caxias

16h – Concentração do Corso, no Coringa                                                          

17h – Desfile do Corso para a Avenida da Folia (avenida Alexandre Costa)           

19h – Julgamento e premiação do 1º, 2º e 3º lugares do concurso do Corso de Caxias – 2016                                                                                                       

Avenida da Folia (avenida Alexandre Costa)

19h30 – PALCO: Banda Art Music                                                               

22h – TRIO: Lilly Araújo 

00h – PALCO: Pra Mexer                   

 

6 de fevereiro – Sábado

 

Carnaval do Centro Histórico

14h às 19h – Canta Folia, no largo de São Benedito                        

19h às 22h – Antigos Carnavais, na Praça Gonçalves Dias

 

Passarela do Samba – Praça do Pantheon                                

17h – Canavial                       

17h20 – Afro Ago         

17h40 – Turma da Alegria              

18h – Picolé de Cachaça

18h20 – Unidos de Santa Luzia                  

18h40 – Arrastão da Saudade                    

19h – Bloco 51              

19h20 – Os Feras do Asfalto       

19h40 – Unidos pela Paz

 

Avenida da Folia (avenida Alexandre Costa)

22h – PALCO:  Furiosa             

23h30 – PALCO: Banda Ipede.                                                                          

01h – TRIO: Sacode

 

7 de fevereiro – Domingo

 

Carnaval do Centro Histórico

08h – Matinê das Crianças, no Centro de Cultura                                          

16h às 22h – Antigos Carnavais, na Praça Gonçalves Dias

 

Passarela do Samba – Praça do Pantheon                                

19h20 – Os Caretas       

19h40 – Ekipaís            

20h – Boca Livre                   

20h30 – Mocidade Independente de Santa Tereza        

21h10 – Apaixonados por Samba                 

21h50 – Malucos por Samba

22h30 – Flor Cheirosa

 

Avenida da Folia (avenida Alexandre Costa)       

22h – PALCO: Furiosa                                         

00h – PALCO: Banda Jota Blues                                                            

01h30 – TRIO: Chicabana      

 

8 de fevereiro – Segunda-feira                 

 

Carnaval do Centro Histórico   

16h – Caminhando e Cantando (antigos carnavais), saindo do Largo de São Sebastião, pelas ruas do Centro Histórico

16h às 22h – Antigos Carnavais, na Praça Gonçalves Dias                                                               

Passarela do Samba – Praça do Pantheon                                

17h – Arrastão da Saudade        

17h20 – Canavial

17h40 – Ecozoeira                   

18h – Caipira Balde      

18h30 – Passagem dos 50 blocos alternativos 

 

Avenida da Folia (avenida Alexandre Costa)

21h30h – PALCO: Banda Furiosa                          

23h30 – PALCO: Pra Mexer                                        

01h30 – TRIO: Fabrícia e Banda                    

 

9 de fevereiro – Terça-feira                        

 

Carnaval do Centro Histórico                                                                             

08h – Matinê das Crianças, no Centro de Cultura       

16h às 22h – Antigos Carnavais, na Praça Gonçalves Dias                                                                                   

Avenida da Folia (avenida Alexandre Costa)        

21h30 – PALCO: Banda Furiosa                               

00h – PALCO:  Kaio Matt                                 

01h30 – TRIO: Bailão o Robyssão                                          

04h – Bloco do Mocotó: Praça Thales Ribeiro

Universitários do Projeto Rondon conhecem trabalhos dos técnicos que atendem famílias do Mais IDH

28 jan

Nesta última semana estudantes e professores universitários de sete instituições de ensino superior conheceram os trabalhos realizados pelos técnicos que prestam Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) para famílias dos municípios com menor Índice de Desenvolvimento Humano, por meio do Plano Mais IDH. Os rondonistas acompanharam os trabalhos dos técnicos que estão transformando a vida das famílias no município de Serrano do Maranhão.

 

 

Durante a visita os universitários conheceram equipe de ATER do Plano Mais IDH e acompanharam os trabalhos realizados pelos responsáveis de melhorar a vida do homem do campo. Os técnicos apresentaram as ações que desenvolvem, como a implantação dos Sistemas Integrados de Tecnologia Social e à assistência aos agricultores familiares.

“Mostramos aos alunos do projeto Rondon como eles podem levar a ideia da implantação de sistemas de baixo custo e alto benefício para outros lugares”, comentou o técnico do município de Serrano, Cristiano Barros.

 

 

Os rondonistas realizam diversas palestras e oficinas sobre os temas como Comunicação, Saúde, Cultura, Educação, Meio Ambiente, Trabalho, Tecnologia, Produção, Direitos Humanos e Justiça, além da prestação de diversos serviços à população.

“Técnicos do Plano Mais IDH, jovens dos Projeto Rondon e produtores familiares juntos fazendo a história do Maranhão. Essa parceria é motivo de orgulho e comprovação de que estamos avançando no caminho certo”, ressaltou o secretário de Estado da Agricultura Familiar, Adelmo Soares.

Os técnicos que atendem as famílias dos trinta municípios incluídos no Plano Mais IDH, já atenderam, desde o início de suas atividades no mês de outubro do ano passado, 1.567 famílias com implantação de Sistec’s (hortas, suínos, aviários, caprino, tanques para criação de peixe.

“Essa é apenas uma das muitas ações que as equipes estão desenvolvendo nos municípios, e eles estão com muita garra em promover a mudança”, comentou o secretário de Estado da Agricultura Familiar, Adelmo Soares.

Projeto Rondon

A missão do Projeto Rondon é levar o estudante universitário a realizar ações que contribuam para o desenvolvimento local, sustentável, colaborando com o bem-estar da população e exercitar a cidadania. Desde seu relançamento em 2004, o Projeto Rondon, nestes 10 anos, atingiu as seguintes marcas: mais de 15 mil alunos de 500 instituições de ensino superior atuando em 894 municípios em 23 estados da federação.

O projeto Rondon Regional/Especial “Operação Bacuri” é coordenado pelo Ministério da Defesa em parceria com o Governo do Estado e desenvolvido, no Maranhão, pela Secretaria de Estado Extraordinária de Juventude (Seejuv). As atividades da ‘Operação Bacuri’ seguem até o dia 29 nos cinco municípios participantes: Conceição do Lago Açu, Governador Newton Bello, Pedro do Rosário, Serrano do Maranhão e Bacuri.

Participam do projeto mais de 100 jovens e professores universitários de sete instituições de ensino superior do estado (Universidade Federal do Maranhão, Universidade Estadual do Maranhão, IFMA, Ceuma, Faculdade Estácio, Faculdade Pitágoras, Faculdade do Vale do Itapecuru-FAI).

 

Trabalho em campo

No período de chuvas os técnicos têm de lidar com adversidades como a lama nas estradas vicinais, “mas nada parece conseguir para-los”, como ressalta o secretário de Estado.

Prefeito Leo Coutinho e governador Flávio Dino inauguram escola municipal e Hospital Regional

28 jan

Mais uma vez, o estado voltou a atenção para mais uma maratona de importantes inaugurações na Princesa do Sertão. As solenidades aconteceram na manhã desta quarta-feira (27) e contaram com a presença do prefeito Leo Coutinho, do governador Flávio Dino e do presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, o deputado Humberto Coutinho, além de outras autoridades e lideranças políticas do Leste Maranhense.

A primeira obra a ser entregue foi a nova U.E.M Costa Sobrinho, na avenida Pirajá. A escola conta com salas climatizadas, refeitório, sala de informática, laboratório de ciências, sala de leitura, sala de professores, auditório, parque infantil, banheiro para portadores de deficiência e piscina olímpica. Com quase cinco décadas de existência, de acordo com a diretora geral Geovana Santos, “a reforma da escola, na verdade, se constitui uma verdadeira reconstrução, pois o estado de conservação da unidade de ensino estava precário”.

 

Esta é a segunda escola municipal a dispor de piscina. Para o professor Clyffison Alexander, “é muito importante aprender a natação para o conhecimento e desenvolvimento das partes musculares do aluno, e ainda mais contar com um lugar próprio e apropriado para essa prática. É muito difícil encontrar um espaço como esse nas escolas, até mesmo nas particulares. A Prefeitura está de parabéns por essa iniciativa”.

 

Saúde

Depois de descerrar a placa inaugural e conhecer as instalações da nova escola municipal, Leo Coutinho, Flávio Dino e sua comitiva partiram para a entrega oficial do Hospital Regional de Caxias Dr. Everaldo Ferreira Aragão. O hospital estará à disposição dos casos mais graves e atenderá pacientes de média e alta complexidade da região dos Cocais, de forma regulada pelos hospitais municipais de 26 cidades, beneficiando mais de 783 mil pessoas.

 

 

Segundo o governador Flávio Dino, “o Hospital Regional de Caxias fará com que os pacientes da região dos Cocais possam ser atendidos próximos de suas cidades, com maior comodidade e conforto, sem precisar fazer grandes deslocamentos até São Luís ou até Teresina, pela proximidade geográfica da capital piauiense”.

Para o prefeito Leo Coutinho, “esse hospital é um sonho, não só para a população de Caxias, mas para toda a região. Todos os municípios vão ser beneficiados com os serviços de alta complexidade desse hospital. E em nome da população eu gostaria muito de agradecer ao governador, pois quando ele assumiu em janeiro, a obra estava parada por problemas fundiários. Para se ter uma ideia, começaram a construir o hospital quando nem o terreno pertencia ao Estado, e o Flávio Dino, ao lado do secretário Marcos Pacheco, de forma dinâmica, conseguiu regularizar as irregularidades”.

 

Fonte: ASCOM – Prefeitura Municipal de Caxias

Corra que ainda dá tempo! Inscrições para patrocínio de projetos via Lei de Incentivo encerram nesta sexta (29)

27 jan

O Edital de Seleção para Projetos de Esporte e Cultura da Cemar 2016 estará com as inscrições abertas até sexta (29) desta semana.  O edital está aberto para apoio de projetos em todo o Estado, e a participação no processo de seleção é gratuita.

Os projetos selecionados deverão ter o Certificado de Mérito Esportivo (Lei nº 9.436), ou Certificado de Mérito Cultural, (Lei 9.437) de acordo com a área do projeto, para que sejam efetivamente patrocinados pela Cemar.

Desde 2012, quando a Companhia começou a patrocinar projetos por meio da Lei Estadual de Incentivo, mais de 130 iniciativas foram contempladas promovendo a inclusão social e o desenvolvimento do Maranhão.

Só em 2015, a Cemar apoiou 36 projetos, sendo 20 na cultura e 16 no esporte.  A Companhia investiu mais de R$ 11 milhões em projetos incentivados, como o Festival de Jazz e Blues (São Luís e Barreirinhas), Turnê Andarilho Parador (dos músicos maranhenses Nosly e Djalma Chaves), Judô do Jaracaty, atletas como Isadora Andrade e Frederico Castro, Trilhas e Tons (Wilson Zara e Nosly), entre muitos outros.

 

Para mais informações e acesso ao Edital, entre no site www.cemar116.com.br.

PF aponta ‘alto grau de suspeita’ sobre tríplex que seria de Lula

27 jan

A Polícia Federal incluiu o triplex 164-A, que seria da família do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no Edifício Solaris, no Guarujá, litoral de São Paulo, no rol de imóveis com “alto grau de suspeita quanto à sua real titularidade” sob investigação na Operação Triplo X – 22ª fase da Lava Jato – deflagrada nesta quarta-feira, 27.

“Manobras financeiras e comerciais complexas envolvendo a empreiteira OAS, a cooperativa Bancoop e pessoas vinculadas a esta última e ao Partido dos Trabalhadores apontam que unidades do condomínio Solaris, localizado na Avenida General Monteiro de Barros, 638, em Guarujá-SP, podem ter sido repassadas a título de propina pela OAS em troca de benesses junto aos contratos da Petrobrás”, informa a representação de prisões e de buscas e apreensões da Triplo X assinada pela delegada Erika Mialik Marena, da equipe da Lava Jato, em Curitiba.

“Além das inconsistências já detectadas quanto ao imóvel que pertencera a Marice Correa de Lima (cunhada do ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto), igualmente chamaram a atenção outros imóveis do mesmo condomínio que indicaram alto grau de suspeita quanto à sua real titularidade”, registra a PF.

O relatório da PF é ilustrado com um diagrama que inclui oito tríplex do condomínio Solaris, quatro da Torre A e quatro da Torre B – entre eles o 164 A. O diagrama montado pela PF indica que a OAS – empreiteira acusada por cartel no esquema de propinas na Petrobrás – aparece como proprietária do triplex 164 A.

O alvo central da Triplo X são imóveis da Bancoop, adquiridos pela OAS, em nome da família de Vaccari e também o triplex 163-B, na torre vizinha à que abriga o apartamento que seria de Lula. O imóvel está em nome da offshore Murray Holdings LLC, registrada em Nevada (EUA).

“Levantou suspeitas pela evidente disparidade de um imóvel de tais padrões frente à pessoa que se apresentou perante as autoridades fazendárias brasileiras como representante da dita offshore, qual seja, Eliana Pinheiro de Freitas, pessoa de condições simples, porém, representante de offshore que adquiriu uma série de imóveis desde 2009″, informa a PF.

Eliana e Nelci Warken – também alvo da Triplo X – seriam ‘laranjas’ de um proprietário que a força-tarefa da Lava Jato diz ainda não saber quem é.

“Os indícios demonstraram o claro vínculo entre Eliana Pinheiro de Freitas e Nelci Warken, ambas com alguma atuação passada junto à Bancoop, provável local de sua aproximação, restando clara a condição de ‘laranja’ de Nelci que Eliana veio a ocupar.”

 

Fonte: Estadão

Prefeitura entrega equipamentos a UBS que serão inaugurados em Caxias

27 jan

Mesas de procedimentos, armários, cadeira de rodas e outros objetos. Os equipamentos estão sendo entregues em três novas Unidades Básicas de Saúde (UBS). A primeira a receber o material foi a do Eugênio Coutinho. Depois será a vez a da Vila São José e em seguida a do Povoado Baú.

 

http://caxias.ma.gov.br/uploads/images/sa%C3%BAde/eq03.jpg

As três unidades básicas de saúde estão previstas para ser inauguradas no mês de fevereiro. A afirmação foi do prefeito Leo Coutinho, que fez questão de acompanhar a chegada dos novos equipamentos.

“Temos um grande programa de revitalização dos postos de saúde. Até o próximo mês, serão mais três novos postos entregues, além de equipamentos novos. Como eu e o Ministério da Saúde sempre falamos, 80% do que acontece com os pacientes tem que ser resolvido nas UBS. O que queremos é isso, que a comunidade não precise ir até o hospital, que fique no próprio bairro para resolver as principais ocorrências”.

 

CTA 

No trabalho de acompanhamento, o prefeito Leo Coutinho também foi até o Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA). Lá, ele fez a entrega de uma cadeira de rodas, visitou a farmácia do local e procurou saber ainda como está o atendimento aos pacientes que procuram o órgão para fazer exames de DST e AIDS.

“Aqui é um serviço importantíssimo, não só para Caxias, mas para a região. Aqui, hoje, nós temos mais de 500 pacientes em tratamento, são medicamentos muito complexos, caros e que não podem faltar. Então, nossa preocupação é constante”, disse o prefeito de Caxias.

 

 

 

Fonte: ASCOM – Prefeitura Municipal de Caxias

Conta de luz pode sofrer redução esse ano

27 jan

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou as faixas de acionamento das bandeiras tarifárias de 2016, com a criação de um novo – e mais barato – patamar para a bandeira vermelha, que vem sendo paga pelos consumidores brasileiros desde janeiro do ano passado. Os novos valores, mais baixos em relação aos atuais, passam a vigorar em fevereiro.

O diretor da Aneel relator do processo, André Pepitone, manteve a proposta da área técnica com a criação de dois patamares de cobrança adicional no caso da bandeira vermelha, mas propôs um desconto ainda maior que o previsto anteriormente. O patamar 1 – antes estimado pelo corpo técnico do órgão em R$ 4,00 para cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos – será de R$ 3,00 para cada 100 kWh consumidos. O valor final representa um desconto de 33% sobre o preço praticado atualmente, de R$ 4,50 para cada 100 kWh.

No patamar 2, por outro lado, o preço proposto é de R$ 4,50 para cada 100 kWh consumidos, igual à cobrança hoje realizada nas contas de luz. A bandeira vermelha continuará a ser acionada nos meses nos quais o custo de operação (CVU) da usina térmica mais cara a ser despachada for superior a R$ 422,56/MWh. No caso do patamar 1, esse limite deve ficar entre R$ 422,56/MWh e R$ 610/MWh, que é a situação atual do sistema nacional. Quando o CVU da última usina a ser despachada for igual ou superior a R$ 610/MWh, será implementado o patamar de preço estabelecido no patamar 2.

Já a bandeira amarela será reduzida de R$ 2,50 ara R$ 1,50 para cada 100 kWh consumidos, um desconto de 40%. Essa bandeira permanecerá sendo acionada nos meses em que o valor do CVU da última usina a ser despachada for igual ou superior a R$ 211,28/MWh e inferior a R$ 422,56/MWh. Quando o valor da usina mais cara for inferior a R$ 211,28/MWh, será acionada a bandeira verde, o que implica em nenhuma cobrança adicional ao consumidor.

Uma das causas para os descontos serem ainda maiores que os previstos inicialmente pela área técnica foi o fato de a Aneel ter atualizado a previsão de crescimento da carga em 2016 para 1% em relação a 2015, ante uma expansão de 2,4% considerados anteriormente.

Na próxima sexta-feira, 26, a Aneel decidirá sobre qual bandeira vigorará no mês de fevereiro. Como não houve desligamento de térmicas neste mês, a bandeira deverá continuar vermelha, no primeiro patamar. Ou seja, os consumidores pagarão em fevereiro um adicional de R$ 3 para cada 100 kWh consumidos. De acordo com Rufino, é provável que se espere até abril para que possa haver uma mudança na cor da bandeira.

“Sair da bandeira vermelha depende das térmicas que são despachadas. Tivemos uma hidrologia favorável em janeiro, mas depende do Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) determinar o desligamento de térmicas ou não. Em abril, no final do período úmido, é o momento de maior certeza para haver essa deliberação”, concluiu.

 

Fonte: Estadão

Dilma e Mercadante devem se manifestar na Zelotes até dia 5, diz juiz

26 jan

O juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10 ª Vara Federal de Brasília, determinou que a presidente Dilma Rousseff e o ministro da Educação Aloizio Mercadante, ambos com foro privilegiado intimados a depor na ação penal da Operação Zelotes, se manifestem sobre o suposto esquema de venda de medidas provisórias até o dia 5 de fevereiro, por escrito ou pessoalmente.

A presidente Dilma foi arrolada como testemunha do empresário Eduardo Valadão, integrante da SGR Consultoria Empresarial, que, segundo o Ministério Público Federal, negociava com conselheiros do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), em troca de propina, decisões favoráveis a seus clientes

Segundo informações da Folha de S.Paulo, outras testemunhas de defesa de réus presos foram chamados a depor: os senadores Walter Pinheiro (PT-BA), Humberto Costa (PT-PE), José Agripino (DEM-RN) e Tasso Jereissati (PSDB-CE); o governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB); os deputados José Carlos Aleluia (DEM-BA), Alexandre Baldy (PSDB-GO) e José Guimarães (PT-CE), líder do governo na Câmara; e o prefeito de Catalão (GO), Jardel Sebba.

No total, mais de 90 pessoas foram arroladas como testemunhas dos 16 réus acusados de participar do esquema.

Segundo o Ministério Público, lobistas e empresários negociavam pagamento de vantagens ilícitas a servidores públicos para viabilizar a aprovação de MPs de interesse de empresas.

 

Fonte: Notícias ao Minuto

Governo Federal distribuirá repelentes para 400 mil gestantes do Bolsa Família

26 jan

O governo brasileiro vai comprar e distribuir repelentes para cerca de 400 mil gestantes que estão hoje no programa Bolsa Família e fazer um dia nacional de mobilização, em 13 de fevereiro, com 220 mil homens das Forças Armadas, dentro de um novo rol de ações para tentar conter o avanço do zika vírus no Brasil e o crescimento dos casos de microcefalia, informou nesta segunda-feira o ministro da Saúde, Marcelo Castro.

Castro falou depois de uma reunião no Palácio do Planalto onde a presidente Dilma Rousseff mostrou irritação com as declarações do ministro, feitas na semana passada, de que o país estaria “perdendo a guerra para o Aedes aegypti”, considerada alarmista pelo Planalto, disse uma fonte palaciana.

Castro, no entanto, repetiu que a luta contra o mosquito “é uma guerra que não podemos perder”. “Temos 30 anos de convivência com o mosquito. Não quero culpar ninguém, mas houve uma contemporização com o mosquito. Hoje a situação é completamente diferente”, disse.

O governo está recolhendo o que considera boas práticas de eliminação do mosquito e está divulgando as boas experiências pelo país. Entre elas, um programa de computador desenvolvido pelo governo de Goiás que monitora em tempo real cada quarteirão de cada município do Estado para que, assim que as equipes de saúde façam as visitas, se saiba o grau de infestação em cada local. O programa foi cedido ao governo federal e será distribuído a todos os Estados.

Na próxima quarta-feira, uma reunião com representantes de laboratórios que fabricam repelentes acontecerá em Brasília para que o governo negocie a compra dos produtos para distribuir às grávidas do programa Bolsa Família, que seriam cerca de 400 mil.

Na sexta, a presidente fará uma reunião com os 27 governadores por videoconferência na Sala Nacional de Coordenação e Controle do Plano de Enfrentamento à Microcefalia, que tem sistemas iguais em cada Estado.

 

Fonte: Reuters

Governo atende agricultores de Açailândia e Araguanã por meio de Chamada Pública

26 jan

A partir desta terça-feira (26), o Governo do Estado, por meio da Agência Estadual e Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Agerp), dará continuidade as atividades referentes ao Contrato de Ater Nº 094/2013 (Chamada Pública da Sustentabilidade), executado no Maranhão pela instituição, que atende a 2.240 famílias no campo.

 

Foto 1 - Chamada Pública da Sustentabilidade atende agricultores em Açailândia e Araguanã

Primeira etapa de oficinas realizadas em Açailândia, com agricultores atendidos pela Chamada Pública

 

Serão realizadas duas oficinas de Diagnóstico Rápido e Participativo (DRP), em Açailândia, na comunidade Vila Ildemar, que contemplarão 40 famílias nesta etapa. Ainda esta semana, nas quinta (28) e sexta-feira (29), mais 80 famílias do município de Araguanã recebem a equipe técnica da Agerp para a realização de quatro oficinas de DRP, onde será feito o levantamento das ações produtivas existentes nas comunidades, considerando as diferentes culturas, criações e a identificação das atividades agropecuárias.

As oficinas de DRPs são atividades coletivas, executadas com as famílias já selecionadas e assistidas pelos técnicos da chamada pública, que realizam uma investigação e aprendizagem mútua, adaptação das experiências, uso e transferência de tecnologias, no intuito de conhecer os entraves e as possibilidades das famílias rurais em busca do desenvolvimento local sustentável.

Para a coordenadora do projeto, Angela Santos, em três anos de acompanhamento, as famílias assistidas pela chamada estarão inseridas no mercado, vivendo de maneira autossustentável. “Nosso principal objetivo é levar as políticas públicas ao agricultor familiar, trabalhando de forma integrada com as esferas federal, estadual e municipal. A equipe permaneceu em campo promovendo o acompanhamento de Ater por meio de atividades sustentáveis, pautados nos princípios da agroecologia e meio ambiente, melhorando a vida do homem do campo”, disse.

A coordenadora explica, ainda, que paralela a esta etapa, a equipe da Agerp promove o perfil da unidade de produção familiar (UPF), que consiste no levantamento dos aspectos de trabalho familiar, patrimônio, atividades produtivas e gestão da propriedade, considerando as especificações sociais, de gênero, raça, etnia e geração de renda. Esta atividade é feita de forma individual, com visitas a todas as famílias selecionadas.

A ‘Chamada Pública da Sustentabilidade’ atende a 2.240 famílias divididas nos municípios de Açailândia, Alto Alegre do MA, Amarante do MA, Araguanã, Bacabal, Bom Jardim, Bom Jesus das Selvas, Buriticupu, Governador Newton Bello, Lago Verde, Maranhãozinho, Presidente Médici, Santa Luzia, Santa Luzia do Paruá, São João do Caru, Vitorino Freire e Zé Doca, totalizando 17 municípios distribuídos em seis regiões de planejamento do Estado: Alto Turi, Baixo Turi, Pindaré, Carajás, Mearim e Tocantins.

Entre os meses de outubro e dezembro de 2015 foram realizadas 60 oficinas de DRP, com 1.220 famílias atendidas nos municípios de Governador Newton Belo (4) oficinas, São João do Caru (4), Amarante do Maranhão (12), Santa Luzia do Paruá (4), Açailândia (4), Buriticupu (5), Bom Jardim (4), Bacabal (4), Santa Luzia (4), Lago Verde (4), Vitorino Freire (4), Araguanã (4) e Bom Jesus das Selvas (uma).