Archive | julho, 2016

Força Tática e Inteligência do 2º BPM desarticulam mais um ponto de tráfico em Caxias

30 jul

Com informações do 2º BPM – Caxias

 

Por volta de 12h00 deste sábado, 30/07/16, após receber denúncia sobre tráfico de drogas no bairro José Castro, na casa de um indivíduo já conhecido pela polícia, uma equipe do Serviço de Inteligência do 2º BPM e a Força Tática se deslocaram até o local onde flagraram a prática ilícita, culminando com a prisão de Edmilson Vieira, residente na Trav. São José, bairro José Castro, com o qual os PMs apreenderam 30 (trinta) pedras de crack; 03 (três) pedaços da mesma droga; 02 (duas) trouxas de cocaína; R$ 69,00 (sessenta e nove reais), supostamente auferidos com a venda da droga, além de dois notebooks  sem comprovação de origem.

Edmilson ainda tentou esconder parte da droga dentro da fralda de uma criança que estava em seu colo. Ele foi apresentado no Plantão Central de Polícia Civil de Caxias onde foram feitos os procedimentos legais.

Ressaltando que Edmilson Vieira havia sido preso em 28/08/2010 pela prática do mesmo crime.

 

índice

índice

Governo participa de posse da nova diretoria da Fetaema

30 jul

Representantes do Governo do Estado acompanharam a posse da nova diretoria da Fetaema. Foto: Divulgação

 

Representando o governador Flávio Dino, o secretário de Estado da Agricultura Familiar, Adelmo Soares participou da solenidade de posse da nova diretoria executiva, conselho fiscal e coordenações regionais (gestão 2016-2020) da Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais do Estado do Maranhão- Fetaema. O evento ocorreu na tarde desta quinta-feira (28), no auditório Manoel Nascimento do Centro de Estudo Sindical Rural- CESIR, em São Luís e reuniu cerca de 900 pessoas entre dirigentes e sócios sindicais, representantes de entidades parceiras.

“Neste evento nós temos a presença de quatro secretários de estado. Francisco Gonçalves,  secretário de Direitos Humanos, Tatiana Pereira, secretária da Juventude e Laurinda Pinto secretária da mulher. A presença desses secretários representa o respeito e apoio do governador Flávio Dino com a classe trabalhadora, com o agricultor familiar deste estado”, exaltou o secretário Adelmo Soares.

O secretário informou ainda que a SAF e seus órgão vinculados como a Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural- Agerp e o Instituto de Colonização e Terras do maranhão- Iterma, trabalham diuturnamente para levar dignidade e qualidade de vida aos agricultores familiares do maranhão com assistência técnica de qualidade, entrega de títulos de terras, auxílio na produção com entrega de equipamentos agrícolas, patrulhas com implementos, caminhão frigorífico, construção e revitalização de agroindústrias.

A diretoria que assume a direção da luta da classe trabalhadora rural no Maranhão, foi eleita com mais de 90% dos votos válidos, no 8º Congresso Estadual dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais do Estado do Maranhão realizado entre os dia 01 e 03 de junho no CESIR.

O presidente reeleito para continuar na direção da Federação, Francisco de Jesus Silva, popularmente conhecido como Chico Miguel, é trabalhador, assentado da reforma agrária e natural de Aldeias Altas. “Estamos assumindo esta nova gestão com o entendimento que temos muito trabalho pela frente. Nós temos um país onde o presidente não valoriza o trabalhador, um exemplo são as reformas na previdência e trabalhistas. Éramos para lutarmos por mais avanços e adquirir novas conquistas e, agora, infelizmente, estamos lutando para não perder o que já foi conquistado”, declarou Chico Miguel.

O presidente da FETAEMA informou ainda que irá trabalhar para fortificar e ampliar as políticas agrárias, agrícolas, assalariados (as) rurais, sociais, formação e organização sindical, administração e finanças, comunicação, juventude e gênero.

A Federação tem 44 anos e 214 sindicatos filiados.  Durante mais de 4 décadas tem gritados pelos direitos dos trabalhadores e trabalhadoras rurais, através de várias ações estratégias como: Grito da Terra Brasil, Grito da TERRA Maranhão, Marchas das Margaridas, ENFOC, Mutirão da Previdência Social, Acordos e Convenções Trabalhistas, Festival Nacional e Estadual da Juventude Rural, encontro Estadual de Comunicação e informatização, encontros da terceira idade e de idosos (as) Rurais, entre outras.

Conheça os membros efetivos da diretoria da FETAEMA:

Presidente, Francisco de Jesus Silva, Secretária Geral, Rosmarí Barbosa, secretária de Finanças e Administração, Ângela Maria Silva, Secretária de Política Agrária, Maria Lúcia Santos, secretário de Política Agrícola, Messias de Sousa, secretário de Meio Ambiente, Antônio da Conceição, secretário de Formação e Organização Sindical, José Chateo  Rego, Secretária de Políticas Sociais, Bertolina Martins, secretário de Terceira Idade, Idosos e Idosas Rurais Agricultores Agricultoras Familiares, Joaquim de Sousa, Secretário de Jovens Trabalhadores Rurais, Geová Goes, Conselho Fiscal, Raimundo Nonato Bezerra,  Maria Aneci Abreu e Edilson Amaral.

Polícia cumpre mandado de prisão de acusado de homicídio

30 jul

A Policia Civil através da Delegacia Regional de Caxias efetuou na tarde desta sexta(29) a prisão de Wanderson de Sousa Lima, 24 anos, em cumprimento a mandado de prisão preventiva expedido 2ª Vara Criminal de Imperatriz – MA,  onde é acusado de homicídio qualificado.

A prisão aconteceu na localidade Água Branca,  zona rural de Caxias. 

Wanderson é suspeito de roubar motos em Caxias e levar para o interior,  inclusive,  na posse do mesmo encontra-se uma Motocicleta Honda Titan, cor vermelha,  tomada de assalto de um ancião.

 

índice

índice

Distorções e uma pitada de falta de conhecimento de certos comunicadores caxienses

29 jul

Eu tinha parado de ver TV Local, voltei de teimoso e hoje descobri o motivo pelo qual tinha parado. Um apresentador chamou os responsáveis pelo Whatsapp e Facebook de moleques e criminoso, por não terem fornecido os dados de conversas, o que implicou no eventual bloqueio. Vamos aos fatos:

1 – O Marco Civil da internet é uma grande sacanagem, o texto original era uma censura pura e uma falta de noção sem tamanho;
2 – Qualquer coisa feita para o bem, pode ser usada para o mal. Vai da intenção de quem usa;
3 – É muito fácil culpar o aplicativo e tirar a culpa de quem realmente tem problemas, ou seja, a justiça brasileira e suas falhas;
4 – Utilizar termos técnicos de forma superficial e jogar palavras aleatórias, não quer dizer que você tenha razão (pode enganar o povão, mas as pessoas que tem um certo conhecimento: JAMAIS!);
5 – Um dos maiores problemas, é a falta de um real conhecimento por parte de certos comunicadores (formadores de opinião) caxienses;
6 – Vamos ler um pouco mais sobre criptografia pra poder abrir a boca;
7 – Está mais do que na hora de rever certos conceitos e de filtrar o que é repassado para a população. Alienação deve ser coisa do passado, principalmente, uma alienação gratuita e sem um pingo de responsabilidade;
8 – A “Justiça” brasileira não pensa no bem estar da população, começa de quando o bandido tem mais direitos que a vítima;
9 – O último bloqueio do whatsapp foi por pura birra, não tinha uma motivação legal para isso. Foi só raivinha e revolta;
10 – Assumo as responsabilidade de tudo que falei e estou mais do que aberto para um debate ou para responder qualquer pergunta que tiverem.

Facebook descumpre decisão judicial e pode ser bloqueado

28 jul

A Justiça do Amazonas congelou 38 milhões de reais das contas do Facebook. O bloqueio está relacionado ao descumprimento de uma decisão judicial que obrigava a empresa a quebrar o sigilo de mensagens trocadas pelo aplicativo WhatsApp para investigação criminal. Como represália, os serviços do Facebook – como o WhatsApp e o Instagram – podem ser bloqueados no país.

Segundo nota do Ministério Público Federal do Amazonas, o valor congelado corresponde à soma de multas individuais de um milhão de reais estipulada para cada dia de descumprimento da decisão judicial. A investigação criminal, que provocou o bloqueio do WhatsApp no início da semana passada, e o processo no qual foi estabelecida a multa tramitam sob segredo de justiça.

O Facebook Brasil argumentou que os conteúdos solicitados pela justiça, como os dados de cadastros feitos no app, são de responsabilidade dos operadores da empresa na Irlanda e nos EUA. Por isso, para cumprir a decisão judicial, seria preciso uma cooperação internacional. 

Para rebater a empresa, o MPF no Amazonas afirmou que a decisão judicial é uma medida prevista no Marco Civil da Internet. Segundo essa lei, é possível aplicar a legislação brasileira mesmo quando a empresa esteja sediada em outro país.

Além disso, ainda é possível solicitar um novo bloqueio do WhatsApp no Brasil caso a empresa descumpra a ordem judicial. “A postura de não atendimento a ordens judiciais claramente se caracteriza como ato atentatório à dignidade da Justiça podendo, além da multa, vir a ser determinada a suspensão dos serviços da empresa no Brasil”, defendeu Alexandre Jabur, procurador da República e autor do pedido, em nota. 

Ainda segundo Jabur, o Facebook demonstra desprezo pelas instituições brasileiras. “Ao conferir proteção absoluta à intimidade, a empresa ultrapassa o limite do razoável, criando um ambiente propício para a comunicação entre criminosos, favorecendo aqueles que cometem crimes graves, como terrorismo, sequestro, tráfico de drogas etc”, destaca.

 

Fonte: Exame.com

Comissão estadual vai apoiar a produção e desenvolvimento de povos indígenas

28 jul

Foto 1_Divulgação_SAF_27072017 - Governo do Estado apoia produção de povos indígenas por meio de comissão

A Coepi/MA vai funcionar como um canal de diálogo entre os órgãos do poder executivo estadual e as entidades representativas e lideranças dos povos indígenas do Maranhão.

 

Foi instalada nesta quarta-feira (27), a Comissão Estadual de Políticas Públicas para os Povos Indígenas (Coepi/MA) que será coordenada pela Secretaria de Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop). O objetivo é construir um plano estadual de políticas públicas para os diferentes povos indígenas do Maranhão no que se refere à educação, saúde, proteção territorial, produção agrícola, combate a incêndios e outras questões importantes. A Comissão terá o apoio de outras secretarias como a de Agricultura Familiar (SAF) que dará suporte na parte de produção e assistência técnica.

A Coepi/MA vai funcionar como um canal de diálogo entre os órgãos do poder executivo estadual e as entidades representativas e lideranças dos povos indígenas do Maranhão, que vai nortear o Governo do Estado nas políticas de promoção de direitos fundamentais no âmbito do estado do Maranhão.

De acordo com o secretário de Direitos Humanos e Participação Popular, Francisco Gonçalves, com a instalação da Comissão, o Governo do Estado reafirma o compromisso com os povos indígenas no que diz respeito à defesa e proteção de diferentes povos e culturas tradicionais do nosso Estado.

Para o cacique Arismar Guajajara, da terra indígena do Pindaré, a instalação da Coepi é algo que o povo indígena esperava há muito tempo. “É uma ponte que está sendo construída e com certeza vai melhorar bastante a situação do povo indígena que sempre precisou de um amparo do Governo do Estado. Agora nossos governantes vão olhar com mais atenção e também atender às nossas necessidades”, disse.

Representando a SAF, a secretária adjunta de Extrativismo, Povos e Comunidades Tradicionais, Luciene Figueiredo, o momento é um reconhecimento da existência desses 16 povos indígenas no Maranhão, além da valorização da cultura desses povos. “Essa comissão que foi criada por decreto e está sendo empossada hoje, tem a responsabilidade e o compromisso de elaborar a política estadual para os povos indígenas já que é uma realidade aldeias muito pobres, que faltam recursos básicos, é um marco para os índios e de suma importância também para o Governo do Estado que está buscando atender a uma reivindicação antiga do seguimento”, finalizou.

Umas das diretrizes da comissão visa a garantia da segurança alimentar e nutricional através dos insumos produzidos pelos próprios povos indígenas, assistência técnica e extensão rural desenvolvidas com a participação dos povos indígenas, necessidade de articulação com órgãos federais para a garantia da proteção territorial e ainda projetos de educação e saúde realizados com o envolvimento de educadores e agentes de saúde indígenas com foco para o atendimento das crianças, jovens, mulheres e idosos das diversas aldeias. 

Mantenha os bandidos felizes no Rio, aconselha França aos turistas que vão à Olimpíada

28 jul

Preocupado sobre como sobreviver a um assalto durante as Olimpíadas no Rio? Tenha um dinheiro pronto no seu bolso para manter o ladrão feliz.

 

Esse é o conselho que visitantes franceses a caminho dos Jogos estão recebendo do seu governo para diminuir o risco de se ferirem na notoriamente perigosa cidade brasileira.

As recomendações sobre segurança da França falam para os turistas andarem nas ruas do Rio sem joias ou objetos de valor e para carregarem com eles uma nota de 20 ou 50 reais pronta para ser dada a um assaltante.

“A ideia é que é melhor não resistir a um assalto e é sempre útil ter uma nota de 20 ou 50 reais para manter o ladrão feliz”, disse Thibaut Lespagnol, porta-voz da embaixada francesa.

Cerca de meio milhão de turistas estrangeiros são esperados no Rio para os primeiros Jogos Olímpicos na América do Sul entre 5 e 21 de agosto, e o Brasil está empregando 88 mil policiais e soldados para protegê-los de ameaças terroristas e dissuadir os assaltantes.

O Rio tem um alto nível de criminalidade, que inclui batedores de carteira e assaltos armados, ações que podem ocorrer em qualquer lugar e a qualquer hora, dizem recomendações do Departamento de Estado norte-americano. Fraudes com cartões de crédito e golpes em caixas eletrônicos também são endêmicos, e visitantes devem checar as suas contas com regularidade por conta de possíveis retiradas inesperadas, afirmam.

Nas coloridas favelas dos morros cariocas, o tráfico de drogas e a violência armada são comuns, apesar do programa de “pacificação” que instalou postos policiais em algumas delas. Elas podem ser perigosas para visitantes curiosos.

“Mesmo as favelas pacificadas podem ser imprevisíveis e perigosas. Visitantes norte-americanos que vão as favelas podem se colocar em risco”, afirmou o Departamento de Estado.

 

Fonte: Reuters

Conheça seus direitos e deveres como consumidor de energia elétrica!

27 jul

Você conhece todos os seus direitos e deveres como cliente da Cemar? Eles são estabelecidos pela ANEEL – Agência Nacional de Energia Elétrica e pelo Código de Defesa do Consumidor. Então, esta semana a Cemar deixa mais claro alguns dos nossos direitos e deveres como consumidor de energia elétrica. Fique Atento!

Nossos Direitos são:

·         Receber a conta de energia com antecedência mínima de 5 dias úteis da data do seu vencimento;

·         Ser informado, na própria conta, sobre a existência de débitos anteriores.

·         A Cemar disponibiliza 08 (oito) datas, e você pode escolher a melhor opção entre as 8 datas de vencimento da conta de energia oferecidas pela Cemar (01, 06, 11, 16, 21, 24, 26 e 28);

 

 

·         Ter Serviço de atendimento telefônico gratuito 24 horas. A Cemar tem a Central de Atendimento. Basta ligar grátis 116;

·         Ser avisado com 15 dias de antecedência, no caso de suspensão do fornecimento por falta de pagamento. A Cemar coloca essa informação na própria conta.

·         E os consumidores que façam uso de equipamentos vitais à preservação da vida humana, que dependem de eletricidade, deverão ser avisados sobre interrupções programadas, com antecedência mínima de 5 (cinco) dias úteis.


Mas também temos Deveres:

·            Informar seus dados cadastrais (nome, endereço, CPF, etc.),  atualizá-los sempre que necessário  e responsabilizar-se pela sua veracidade, além de informar  corretamente a atividade exercida  (comércio, residência, rural e  serviços) na Conta Contrato;

·            Fazer os pagamentos correspondentes aos serviços prestados pelo fornecimento de energia em dia;

·            Instalar em local adequado e de fácil acesso, os dispositivos necessários para a colocação do medidor e equipamentos de proteção;

·            Declarar toda a carga elétrica que será utilizada na unidade consumidora;

·            Manter e adequar as instalações internas da sua casa com segurança;

Estes são apenas alguns direitos e deveres como consumidor de energia elétrica. Para mais informações, acesse o site www.cemar116.com.br, ligue para a central de atendimento 116 ou vá a uma das agências de atendimento da Cemar.

Paralisação programada do fornecimento de água

26 jul

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto – SAAE avisa aos moradores dos bairros abastecidos pelas Estações de Tratamento de Água da Volta Redonda 1 e 2: Centro, Volta Redonda, Pampulha, Vila São José, Vila Alecrim, Vila Lobão, COHAB Refinaria, IPEM, Seriema e adjacência, que o fornecimento de água será suspenso QUARTA-FEIRA DIA 27.07.16, das 18hs à 00h, a referida paralisação será necessária para que seja realizada a Lavagem dos floculadores, decantadores e filtros e manutenção preventiva.

As paralisações programadas para lavagem dos equipamentos são necessárias para manter a qualidade da água dentro dos parâmetros exigidos pelo Ministério da Saúde.

Recomendamos que a população reserve água para este momento e não desperdice.
SAAE/Caxias
Saneamento a serviço da vida.

Suspeito de estupro é preso em Caxias

26 jul

 

 

A Policia Civil através da Del. Regional de Caxias efetuou nesta segunda(25) a prisão de Valdir Monteiro da Silva, 59 anos, em cumprimento a mandado de prisão preventiva expedido pela Juíza da 5 Vara de Caxias, em razão de sentença que lhe impôs 10 anos de reclusão, pelo cometimento de estupro.