Archive | setembro, 2016

Amostragem aponta vitória de Léo Coutinho em Caxias

30 set

Amostragem aponta vitória de Léo Coutinho em CaxiasUma nova pesquisa realizada pelo Instituto Amostragem aponta que se ‘as eleições fossem hoje’ o candidato Léo Coutinho (PSB) seria reeleito prefeito de Caxias.

No cenário espontâneo os números trazem o candidato Léo Coutinho na frente com 41,25% das intenções de voto.

Em seguida vem o candidato Fábio Gentil (PRB) com 29% da preferência dos entrevistados. Não sabe/Não Opina somam 24,25% e brancos e nulos 4,75%.

 

A pesquisa também avaliou o cenário estimulado, quando são apresentados os nomes dos candidatos para o entrevistado. Neste, o candidato a reeleição aparece na frente com 48,25% seguido de Fábio Gentil com 38,25%. Não sabe/não opina somam 8% e brancos e nulos 5,5%.

Rejeição
Os números do Amostragem também avaliaram a rejeição dos candidatos a prefeito de Caxias. O candidato Fábio Gentil (PRB) apareceu como o mais rejeitado pelos entrevistados, somando 39%. Léo Coutinho (PSB)ficou com 29,75%. Não rejeita ninguém tem 24,25%. Não sabe/não opina 4,25% e brancos e nulos 3,5%.

Quem vai ganhar a eleição?

O Amostragem também perguntou aos entrevistados quem iria ganhar a eleição. A maioria, 60% dos entrevistados, acredita na vitória do candidato Léo Coutinho (PSB), seguido de 18,5% dos que crêem na vitória do candidato das oposições, Fábio Gentil (PRB). Não sabe/não opina chega a 21,5%.
A pesquisa foi realizada pelos dias 27 e 28 de setembro e entrevistou 400 eleitores na zona urbana e rural de Caxias. A margem de erro da pesquisa é de 4,8 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi contratada pelo Portal 45graus. O registro foi feito sob protocolo MA-01953-2016.

Cenário político

Fazendo uma análise das últimas pesquisas divulgadas, o cenário político para a eleição do próximo domingo, dia 02, parece consolidar a vitória do candidato Léo Coutinho (PSB). Nos últimos meses os números trazem o candidato Léo Coutinho na liderança, seguido do candidato da oposição, Fábio Gentil, que apresenta um desempenho que traz uma média entre 34 e 36 pontos percentuais nos levantamentos. O Instituto Amostragem é conhecido como um dos mais precisos na avaliação de cenário político com um alto nível de acerto em pesquisas eleitorais no interior do Piauí e do Maranhão.

Fonte: 45 graus

Caminhada do 40 leva multidão às ruas do bairro Baixinha

29 set

Nesta quarta-feira (28), o prefeito e candidato à reeleição, Léo Coutinho (PSB), participou de mais uma grande caminhada em Caxias. A Baixinha foi o bairro escolhido para o evento político.

E mais uma vez a caminhada do 40 levou uma multidão às ruas. Léo Coutinho foi ovacionado pelos moradores ao lado de seu vice, Júnior Martins, dos candidatos ao legislativo municipal e correligionários.

“Essa é a penúltima caminhada. Disseram que Baixinha não era 40. Mas depois de andarmos pelas ruas e sermos tão bem acolhidos nas portas de casas, comprovamos que não passou de mais um engodo. O povo quer seguir em frente, o povo quer 40”, disse Léo Coutinho.

 

Escolha certa

 

Segundo Júnior Martins, “os moradores do bairro Baixinha acolheram muito bem os candidatos, fazendo do evento a caminhada do povo de Caxias. Os próximos dias serão apenas de agradecimentos pelo apoio e confiança dos caxienses”.

Para o vigilante Gustavo Soares, “Léo merece ser reeleito, pois fez um ótimo trabalho pelo município, deu continuidade ao legado de Humberto Coutinho. O outro lado só sabe criticar e não tem nada a oferecer à Caxias”.

“Léo trouxe muitos benefícios para o nosso bairro. Em Caxias, ele fez uma verdadeira revolução na Educação, na Saúde. Todos reconhecem o trabalho dele, e eu tenho certeza que o povo vai elegê-lo mais uma vez prefeito”, declarou a moradora Márcia dos Reis.

 

Governo do Maranhão vai iniciar o recadastramento nas áreas de assentamento

29 set

O Governo do Estado, por meio do Instituto de Colonização e Terras do Maranhão (Iterma), órgão vinculado à Secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SAF) vai iniciar ainda neste ano o recadastramento de todos os assentados nos Projetos de Assentamento Estaduais (PEs) com a finalidade de atualizar a situação cadastral dos beneficiários e identificar possíveis irregularidades.

A informação foi repassada pelo diretor de Assentamento do Iterma, Pedro Pascoal, durante as reuniões de alinhamento e discussões realizadas  no PE Jussara (Davinópolis) e Fortuna (em Fortuna), além de sindicatos de trabalhadores rurais, secretárias municipais de Agricultura e associações comunitárias rurais, no período de 21 a 27 deste mês, no Sul do Maranhão.

“O Iterma como órgão estratégico do desenvolvimento busca resgatar o grande passivo histórico e hoje trabalha para saná-lo promovendo ações de relevância como o recadastramento e a regularização fundiária dos assentamentos, com prioridade para os PEs na área de abrangência do Plano Mais IDH. A intenção é tornar os assentamentos habilitados a terem acessos as diversas políticas de crédito existentes como o Inicial, Fomento, Habitação e linhas do Pronaf, específicas para a Reforma Agrária e daí o Maranhão começar a emancipação desses Projetos”, disse Pedro Pascoal.

No PE Jussara, ocupado por 49 famílias numa área de 1.322 hectares, o diretor do Iterma garantiu enviar nos próximos dias uma equipe de técnicos ao local.  Ele ouviu as principais reivindicações dos assentados como a legalização da área excedente de 756 hectares, realização do georreferenciamento e a construção de estrada.

O trabalhador rural Antônio Alves, vulgo Careca, falou em nome dos assentados e narrou uma longa história de dificuldades e abandono enfrentados na região e agradeceu os esclarecimentos recebidos ao longo de mais de 4 horas de reunião. “Essa área é muito carente e com muitas pendências e esta, ao longo de 27 anos, é a primeira vez que um diretor de assentamento do Iterma vem aqui”, declarou.

Também participaram da reunião o superintendente de Reordenamento Agrário da SAF, Valdinar Barros, o gestor regional da Agerp de Imperatriz, Bento Humberto, o presidente da associação dos pequenos produtores rurais Diosmar Alves e várias lideranças municipais.

Já no PE Fortuna, com mais de 61 mil hectares e uma gigantesca área e com problemas nas mesmas proporções, com 16 associações rurais, a reunião aconteceu no povoado Barro Preto com as presenças do gestor regional da Agerp de Presidente Dutra, Sebastião Wagner, do diretor do sindicato dos trabalhadores rurais de Fortuna, José Oliveira, do delegado sindical Francisco Borges e da presidente da associação, Janaína Melo.

O recadastramento será também  a primeira ação do Iterma de acordo com agenda elaborada. Essa informação foi levada ao presidente do STTR, Elisiário Leite em outra reunião dessa vez no próprio sindicato rural.

Pedro Pascoal  explicou que as ações do sistema SAF/Iterma/Agerp estão em sintonia com as prioridades definidas pelo governador Flávio Dino para que as políticas públicas possam beneficiar todos os maranhenses e compartilhar as riquezas existentes no estado.

Até o fim de 2016 cerca de 20 assentamentos estaduais receberão visitas de dirigentes e técnicos do Iterma.

Governo beneficia 537 famílias de Paço do Lumiar com entrega de títulos no Mutirão ‘Mais Cidadania’

29 set

A dona de casa Antônia Alzirene Gomes Silva, 36 anos, recebeu o título da presidente do Iterma, Margarete Mendes, e disse que conseguiu realizar sonho um antigo no Mutirão ‘Mais Cidadania’. Foto: Gilson Teixeira/Secap

 

“Saber que o lugar onde a gente vive e onde construímos nossa história é nosso de verdade, é uma alegria que não consigo descrever. Eu só posso dizer que antes eu vivia com medo, e, hoje, eu me sinto mais segura e livre”, relata a dona de casa Antônia Alzirene Gomes Silva, 36 anos. Ela é moradora do Residencial Carlos Augusto, em Paço do Lumiar, e nesta terça-feira (27) conseguiu ter um antigo sonho realizado. A dona de casa foi uma das contempladas com o documento definitivo da propriedade, durante entrega de títulos no Mutirão ‘Mais Cidadania’, que atendeu 537 famílias.

Morando no Residencial Carlos Augusto há mais de 10 anos, Alzirene Silva relembra que já temeu, por várias vezes, ser despejada do local, já tendo, inclusive presenciado diversas manifestações. “Eu não tinha nenhum documento que me desse segurança. Minha única prova era estar morando ali com a minha família. Esse documento que recebo aqui é a concretização de um sonho”, enfatizou, que mora com marido e mais dois filhos. Na ocasião, moradores do Residencial Vila Nazaré também receberam o título de propriedade de suas terras.

O mutirão prossegue no município e está em andamento em outras regiões onde equipes do Instituto de Colonização e Terras do Maranhão (Iterma) realizam o levantamento da situação das famílias. “O governador Flávio Dino sempre representou o povo do Maranhão e essa ação reforça o compromisso de atender quem mais necessita e levar dignidade e cidadania de fato às pessoas. Muito nos alegra prosseguir este trabalho aqui em Paço do Lumiar, dando garantia de moradia a estas pessoas”, destaca a presidente do Iterma, Margarete Mendes. Esta é a segunda etapa de titulação promovida no município, que em um primeiro momento contemplou 210 famílias. “Mais comunidades serão beneficiadas nesta região”, informa a gestora.

A titulação formaliza um direito importante ao cidadão, que é a posse definitiva de sua propriedade, enfatiza o secretário adjunto da Secretaria de Agricultura Familiar (SAF), Francisco Sales. “O direito à moradia garante a segurança e a dignidade destas pessoas. É um compromisso desta gestão olhar por quem havia sido esquecido há décadas e assim estamos fazendo em todo o Maranhão”, enfatizou Sales. Também presente ao evento, o diretor-presidente do Procon-MA, Duarte Júnior, ressaltou que “essa titulação vem confirmar o direito de cada uma dessas famílias morar no que é seu. O Governo sempre esteve sensível à situação destas centenas de famílias”.

Um dos fundadores do Residencial Vila Nazaré, o pedreiro Domingos Mendes Pereira, 53 anos, não conteve a felicidade ao saber que, a partir de agora, a casa que construiu com tanto esforço é sua de fato e de direito. “São mais de 25 anos vivendo aqui. Eu não dormia tranquilo sem saber se minha família estava segura. Eu estou me sentindo feliz, minha casa foi valorizada e sei que meus filhos terão sempre um lugar para eles”, disse ele, que mora com a esposa e dois filhos.

A expectativa de Denilson Mendes dos Santos, que também mora na Vila Nazaré, era grande e ser contemplado trouxe para ele tranquilidade. “Vejo que temos gestores sensíveis e só tenho a agradecer o governador por essa atitude. Muitas pessoas aqui, inclusive eu, viviam preocupadas. Agora isso é passado”, garantiu o morador.

Título de posse

O pedreiro Domingos Mendes Pereira, 53 anos, não conteve a felicidade ao saber que, a partir de agora, a casa que construiu com tanto esforço é sua de fato e de direito. Foto: Gilson Teixeira/SecapO programa de titulação de terras realizado pelo Governo do Estado já beneficiou 2.742 famílias em cerca de 50 municípios, reforçando as ações de regularização fundiária promovidas no estado. Estão incluídas as 30 cidades que integram o Plano de Ações ‘Mais IDH’, com 495 títulos de propriedade de terras entregues; e outras 20 cidades, com 1,5 mil títulos garantidos.

Na capital serão contempladas 15 mil famílias da Cidade Operária, um dos bairros mais populosos da cidade. O trabalho está em fase de levantamento topográfico da área e segue com medição, georreferenciamento dos imóveis, análise documental dos técnicos, e, ao final, haverá a entrega dos títulos. Estão na lista da ação do Governo e integrando a segunda etapa do PAC Rio Anil, as áreas da Camboa, Liberdade, Fé em Deus e Alemanha, em São Luís, atingindo mais de 15 mil famílias. Em Paço do Lumiar também serão contemplados os bairros Vila Mercês e Residenciais Abdalla I e II.

A propriedade da área garante uma série de benefícios aos contemplados. Uma das mais significativas é poder vender o imóvel por meio de financiamento junto a instituições bancárias. Para muitas famílias este é o maior estímulo ao investimento nos imóveis. O Iterma é vinculado à Secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SAF) e à Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Regional São Luís.

Ocorre hoje o debate entre os candidatos a Prefeito de Caxias

27 set

A corrida eleitoral em Caxias, está pegando fogo.

Entre ataques, acusações, verdades, mentiras, armações e muito bate boca. As eleições prometem ficar ainda mais movimentadas.

Hoje, acontece o tão esperado Debate. O Debate será organizado pela OAB – Subseção Caxias. O início está programado para as 20h:30.

Emissoras de rádio e TV (ainda não temos a confirmação de quais) irão transmitir o debate ao vivo, para toda a população caxiense.

Os dois candidatos já confirmaram presença. Agora, é só aguardar …

 

 

Fala de ministro da Justiça irrita governo Temer

27 set

A 35ª fase da Operação Lava Jato, que tem como principal destaque a prisão do ex-ministro Antonio Palocci (PT), tem um elemento prejudicial ao governo do presidente Michel Temer (PMDB): o ministro da Justiça Alexandre de Moraes (PSDB) antecipou neste domingo (25) que haveria uma nova fase da Lava Jato nesta semana.

“Teve a semana passada e esta semana vai ter mais, podem ficar tranquilos. Quando vocês virem esta semana, vão se lembrar de mim”, afirmou o ministro em um evento de campanha do deputado federal Duarte Nogueira (PSDB), candidato a prefeito de Ribeirão Preto.
Mas por que a declaração de Moraes preocupa o governo? Além de atribuir desconfiança sobre a isenção das investigações, a atitude do ministro aumenta os rumores de que o governo peemedebista interfere no andamento da Lava Jato.

Ainda ontem, o Ministério da Justiça e Cidadania informou que a declaração do ministro não passava de uma “força de expressão”.
De acordo com a nota, a frase “não foi dita porque o ministro tem algum tipo de informação privilegiada ou saiba de alguma operação com antecedência, e sim no sentido de que todas as semanas estão ocorrendo operações”.

A atitude de Moraes de antecipar uma nova fase da Lava Jato também coloca em dúvida a autonomia da atuação da Polícia Federal em relação ao governo.

Moraes, que está em São Paulo participando de congresso de combate e prevenção à lavagem de dinheiro e ao financiamento do terrorismo, deve embarcar para Brasília (DF) ainda nesta segunda-feira (26) e se reunirá com Temer.

Membros do primeiro escalão do governo não escondem a insatisfação sobre postura do titular da pasta de Justiça. A EXAME.com, um interlocutor de Temer afirmou que a reunião de hoje representará um aceno do presidente para o ministro. “Ele saberá que está por um fio. Não é a primeira declaração infeliz que ele faz”. A demissão de Moraes não está descartada.

Nos corredores do Palácio do Planalto, a leitura é que Moraes falou demais e foi irresponsável ao fazer a declaração por ser ministro da Justiça e chefe administrativo da Polícia Federal.

Em nota, a Polícia federal afirmou que “somente as pessoas diretamente responsáveis pela investigação possuem conhecimento de seu conteúdo”.

O governo Temer tem sido marcado por declarações infelizes de ministros, o que tem prejudicado a imagem do presidente.

Nesse cenário, o Planalto buscou novas estratégias de comunicação para minimizar efeitos de falas equivocadas de membros do governo.

O ministro da Justiça resistiu e disse a interlocutores que não precisava de treinamento para falar com a imprensa. A reunião com Temer deve servir para mostrar a ele que falar demais não é um bom negócio para o governo peemedebista. Segundo aliados de Temer, a fala de Moraes representa um desserviço às investigações e um despreparo para ocupar o cargo.

Durante coletiva de imprensa nesta segunda-feira, a Polícia Federal negou que tenha repassado informações privilegiadas ao ministro.

 

Fonte: Exame.com

Economia é todo dia! Saiba como economizar energia nesse calor

27 set

Algumas atitudes dentro de casa refletem no valor da conta de energia. Por isso, a Cemar preparou algumas dicas para você economizar energia, sem abrir mão do conforto! Confira:

 

  • Para evitar que as pessoas da sua casa abram e fechem a geladeira a todo instante, coloque uma garrafa com água gelada em cima da mesa. A geladeira corresponde a 30% do consumo da residência.

 

  • Não colocar geladeira ao lado do fogão, pois o calor do fogo fará com que a geladeira trabalhe mais, e também não colocar roupas molhadas para secarem na parte traseira, pois além de fazer com que puxe mais energia, isto pode causar sérios acidentes.

 

  • Aparelhos que costumam ficar no modo stand by, devem ser desligados quando não estiverem sendo utilizados, como por exemplo: televisão, computador e o forno microondas.

 

  • Fazer manutenções pelo menos a cada 05 anos, isso reduz perdas e possíveis acidentes com curtos circuitos de equipamentos elétricos que podem ocorrer quando a fiação está desgastada e é muito antiga.

 

  • Aproveitar a luz natural, não deixar lâmpadas acesas durante o dia e, a noite desligar as lâmpadas dos ambientes que você não estiver utilizando.

 

  • Escolha dois dias na semana para lavar e passar as roupas, por serem aparelhos que consomem bastante energia, tente usá-los quando houver bastante acumulada.

 

E lembre-se de sempre adquirir eletrodomésticos que tenham selo do INMETRO!

 

Para mais informações entre em contato com a Central de Atendimento 116, ou siga a Cemar nas redes sociais Twitter @CEMAR_MA, e no facebook,  www.facebook.com/Cemar116

 

Mulheres vão às ruas de Caxias em apoio a Léo Coutinho

24 set

Usando roupas nas cores branco e rosa, faixas e bandeiras, milhares de mulheres foram às ruas na manhã deste sábado (24) declarar apoio à candidatura à reeleição de Léo Coutinho (PSB).

A caminhada teve início na Praça Vespasiano Ramos. De lá, a multidão seguiu pelas principais ruas do centro da cidade, terminando na Praça do Pantheon.

Liana Coutinho, esposa do candidato Léo Coutinho, e Danielle Ramos, esposa do vice Júnior Martins, participaram do evento político. “Essa foi uma caminhada pela paz, pelo fim da violência da mulher, mas também foi uma oportunidade de mostrar a nossa força na política”, frisou Liana.

 

Todos juntos

 

Segundo Júnior Martins, “as mulheres mostraram que sabem e que podem fazer a diferença na política, sua importância quanto ao papel na sociedade e também nas questões políticas e partidárias da cidade”.

Léo Coutinho reafirmou seu compromisso com as mulheres. “Em nossa gestão, foram inúmeras ações pelas políticas públicas para as caxienses. E a participação da mulher na política é primordial, para que todos nós, juntos, possamos dar continuidade por uma cidade melhor”, disse.

 

Leo Coutinho participa de grande comício de encerramento da campanha de Thais Coutinho

24 set

O atual Prefeito e candidato a reeleição em Caxias, participou do comício de encerramento de uma das suas aliadas mais fortes, Thais Coutinho.

Em um comício que reuniu cerca de 3 mil pessoas, Thais demonstrou que possivelmente, será uma das vereadoras mais bem votadas da cidade de Caxias. Thai conta com o apoio do vereador Antonio Luis, que resolveu dar um tempo da política.

As campanhas estão encerrando e dia 02 de Outubro, se aproxima bem rápido. A corrida política está acirrada e bem movimentada.

 

t

t2

Confira as principais mudanças no ensino médio

23 set

O governo divulgou nesta quinta-feira o texto da Medida Provisória que vai reformar o ensino médio. As principais mudanças apontadas no texto são o aumento da carga horária mínima anual, que passa das atuais 800 horas para 1.400 horas, e a flexibilização do currículo. Os conhecimentos gerais, guiados pela Base Nacional Curricular Comum, deverão ocupar no máximo 1.200 horas de todo o ensino médio. No tempo restante, os alunos poderão seguir diferentes “itinerários formativos”, com ênfase em diferentes áreas do conhecimento.

TURNO INTEGRAL

Uma das principais mudanças é a ampliação progressiva da carga horária anual mínima, que passará das atuais 800 horas, distribuídas por um mínimo de 200 dias letivos, para 1.400 horas, “observadas as normas do respectivo sistema de ensino e de acordo com as diretrizes, os objetivos, as metas e as estratégias de implementação estabelecidos no Plano Nacional de Educação”.

Para contemplar esta mudança, os colégios terão que obrigatoriamente instituir o turno integral. O texto destaca que a carga horária deverá ser “progressivamente ampliada”, o que dá tempo para que as redes de ensino se adéquem à medida, mas abre espaço para que a implementação seja retardada.

ALTERAÇÃO NO CURRÍCULO

A MP também faz profundas alterações no currículo dos alunos. Em vez das atuais 13 disciplinas obrigatórias, os estudantes seguirão a Base Nacional Comum Curricular (ainda em discussão) e poderão seguir por diferentes “itinerários formativos”, com ênfase nas áreas de linguagens, matemática, ciências da natureza, ciências humanas e formação técnica e profissional.

A carga horária destinada ao cumprimento da Base Nacional Comum Curricular não poderá ser superior a 1.200 horas da carga horária total do ensino médio. A expectativa era que o Ministério da Educação determinasse que 50% do currículo fosse ocupado pelas disciplinas do currículo básico, que pelas discussões atuais somam 12 disciplinas.

SAEM ARTES E EDUCAÇÃO FÍSICA

O texto não define explicitamente como os conteúdos deverão ser apresentados, mas ressalta que o “ensino de língua portuguesa e matemática será obrigatório dos três anos do ensino médio”. Artes e Educação Física, que eram obrigatórias para todos os níveis do ensino básico, passam a ser obrigatórias apenas nos ensinos infantil e fundamental.

“A parte diversificada dos currículos, definida em cada sistema de ensino, deverá estar integrada à Base Nacional Comum Curricular e ser articulada a partir do contexto histórico, econômico, social, ambiental e cultural”, diz o texto.

APROVEITAMENTO NA FACULDADE

Com o novo sistema de educação por ênfase em áreas do conhecimento, conteúdos cursados durante o ensino médio poderão ser “convalidados para aproveitamento de créditos no ensino superior”, mas isso depende de normatização do Conselho Nacional de Educação e homologação pelo Ministério da Educação.

O texto abre espaço para novos formatos de aproveitamento da carga horária. Atualmente, o ensino médio é dividido em três anos de ensino. Com as novas regras, será possível organizar o currículo em módulos ou adotar o sistema de créditos ou disciplina, como acontece nas universidades.

Para os sistemas de ingresso nas universidades, no caso, vestibulares e Enem, serão considerados “exclusivamente as competências, as habilidades e as expectativas de aprendizagem das áreas de conhecimento definidas na Base Nacional Comum Curricular”.

FORMAÇÃO DE PROFESSORES

No lado da atuação dos professores, a MP traz um ponto polêmico ao abrir espaço para “profissionais com notório saber reconhecido pelos respectivos sistemas de ensino para ministrar conteúdos de áreas afins à sua formação”. Os currículos dos cursos de formação de docentes terão por referência a Base Nacional Comum Curricular.

 

Fonte: Agência o Globo